Coluna do Alvaro Dias: Quem quer a volta da CPMF?

cpmf

Em sua coluna semanal, o senador Alvaro Dias (PSDB) fala sobre a intenção do governo de recriar a CPMF. Ele apresenta pesquisas de opinião mostrando a contrariedade da grande maioria da população com o retorno desse imposto. Afirma também que a volta da contribuição seria mais um empecilho para a saída da crise e a retomada do crescimento econômico. Leia, ouça, comente e compartilhe.

Download

Alvaro Dias*

Em entrevista recente, a presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou que a aprovação da CPMF seria, na opinião dela, fundamental para o Brasil atingir superávit primário e acelerar o processo de saída da crise.

A presidente brasileira disse que a CPMF é fundamental para a estabilização econômica do País. “Precisamos aprovar a CPMF não para se gastar mais, mas para se crescer mais”, acrescentou Dilma.

A declaração da presidente da República faz parte de uma estratégia do Palácio do Planalto de tentar convencer a população da necessidade de aprovação, pelo Congresso, da recriação da CPMF. Dentro desta estratégia, não é descartada a aparição futura de Dilma em um pronunciamento na televisão, para defender a recriação da chamada “contribuição provisória”.

Toda a disposição e os argumentos da presidente, entretanto, podem não ser suficientes para convencer uma população que hoje, majoritariamente, rejeita não apenas a volta da CPMF, mas qualquer novo imposto que se pense em criar.

De acordo com pesquisa CNT/MDA, divulgada em outubro, 86,7% dos entrevistados afirmaram que não estão dispostos a pagar mais impostos para ajudar o país a sair da crise. Em outro questionamento, 70,5% disseram que não são a favor da volta da CPMF.

Resultado parecido foi auferido por pesquisa realizada pela Fiesp, apresentada no início de novembro. De acordo com a sondagem, do universo de pessoas que sabem o que é a CPMF, 86% dizem não gostar do imposto. Do total de pessoas que sabem o que é a CPMF e não gostam dela, 78% rejeitam a contribuição “porque é mais um imposto”.

Como os números atestam, há uma distância abissal entre a vontade do governo de recriar a CPMF e a disposição da população em tolerar mais um imposto a ser pago.

Ouvimos sempre deste governo que já superamos tempestades iguais ou até mais violentas do que essa ao longo da história, mas certamente não as superamos aumentando impostos.

Se já há recessão, inflação e desemprego, aumentar impostos não é a solução para sairmos da crise. Aumentar impostos, ao contrário, significa elevar as dificuldades das empresas e de toda a cadeia produtiva.

Recriar a CPMF, portanto, é inibir ainda mais o processo de crescimento econômico, que precisa ser alimentado, motivado, estimulado com credibilidade, segurança jurídica, redução dos gastos públicos e, sobretudo, administração proba e competente, conceitos que, infelizmente, estão longe de serem adotados pela atual administração do País.

*Alvaro Dias é senador pelo PSDB e líder da Oposição no Senado Federal. Ele escreve nas quartas-feiras para o Blog do Esmael sobre “Ética na Política”.

21 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. ah senador, foram vcs que a criaram e não a aplicaram na saude, causando desgosto ao ministro adib jatene, como esse imposto ameaça pegar tudo que é sonegador( a maioria, eleitores do psdb) v excia vem com esse caô!

  2. Ninguém gosta de pagar imposto, mas manda quem pode e obedece quem tem juízo!Aqui no Paraná vivemos a maior inflação do pais porque resolveram aumentar a carga tributária!

  3. O trabalhador comum paga mixaria de CPMF, a mídia faz um estardalhaço porque os barões pagam uma nota preta (Banqueiros e grandes empresários). O CPMF é o imposto mais justo que existe, pois eu pago CPMF, mas os Banqueiros pagam muito mais, e os sonegadores mais ainda. Portanto, desde que seja bem empregado esse dinheiro, o imposto deve existir.

  4. Suicídio Coletivo.
    Mais uma vez vamos pagar a farra pelo mau uso do dinheiro público por parte do Governo Federal, que traz a conta para que possamos dividir. O Governo Federal deveria fazer sua parte, dando exemplos de cortes de despesas, reforma administrativa, cortes de ministérios, enfim, fazer algo que possa convencer a população em criar novos impostos. Neste momento de dificuldades a toda camada da sociedade, e a volta da CPMF é suicídio e falência coletiva de um povo estrangulado pela grande carga tributária, aplicada no nosso dia a dia. Estamos juntos, Senador, em defesa do bem comum.

  5. Coluna do “Me engana que eu gosto!”. Esmael, de tão democrático teu blog está cada vez mais próximo a um blog de humor, quem te acompanha já faz um tempo entende, mas cuidado: quem acompanha faz pouco vê colunas de uns e outros por aqui…teu excelente blog vai caindo em descredito porque dá voz a essa oposição patética q temos, gente descompromissada com o crescimento do país, q acha q o povo é trouxa (e no Paraná é mesmo) e não se lembra de quando uns impostos foram criados em governos q apoiavam os impostos prestavam…agora não! Ah vá…

  6. Coerência é isso, foi contra quando o governo era do FHC, quase foi expulso do PSDB.

    • Sr. Alvaro Dias, até hoje Paranaguá está esperando aquele Estaleiro Naval, prometido pelo Senhor quando era governador do Estado. Inclusive foi inaugurado com faixas, pedras e muito mais o local. ¨FUTURAS INSTALAÇÕES DO ESTALEIRO NAVAL DO PARANÁ¨ Não esqueço deste detalhe. Portanto, o Sr. Não tem moral para falar de nenhum governo.

  7. Para os tucanos o imposto era bom,tanto q o criaram ,no governo Dilma, ñ é mais ! Olha só a coerência do PSDB ,criam o imposto e depois são contra o mesmo !

  8. EU quero. A CPMF foi utilizada pelo partido do senador, a turma da tucanalha, enquanto no poder. Desvirtuaram seus recursos, enfiaram no CU (Caixa Único) utilizando-se dos recursos para tudo, menos a saúde e, quando entra o PT, fizeram o possível para derrubá-la, e derrubaram, irresponsavelmente. A CPMF é benéfica se utilizada para os fins criados. Digo benéfica porque ajuda as instituições, como a Receita Federal e a Polícia Federal a busca de sonegadores, pilantras, safados da maior espécie que se apropriam de quase trilhão, por ano, de dinheiro que deveria ir para os cofres públicos. Somente por isso já deveria ser criada, já bastava.

  9. Quem quer a volta da CPMF,imposto criado pelo PSDB , no governo FHC ? Os governadores,e as pessoas de bom senso !Sabemos q a CPMF é um imposto q onero muito pouco a classe média ,ñ chega nos pobres ,mas é um barreira para os sonegadores .Talvez por isso o senhor seja contra,senador !

  10. Concordo com o senador Alvaro. Só quem quer a CPMF é este governo incompetente que gerou um rombo orçamentário jamais visto na história (mais de 120 bilhões). Gastaram muito, roubaram muito, e agora querem que o povo pague a conta. Eu não aceito pagar essa conta, ainda mais porque este imposto, tenho certeza, será usado como alavanca eleitoral em 2018. Xô CPMF!!

  11. SE a tal CPMF foce verdadeiramente para onde deveria IR concordo Mas isso e IMPROVÁVEL,os do contra são grande partes deles os sonegadores empresários que usufrui do brasil e aplicam em dólares fora do pais,TAMBEM os políticos.PERGUNTA onde VAI todo o DINHEIRO tal mega SENA e os outros jogos LOTERIAS CAIXA ??????.

  12. ÁLVARO DIAS, EU SUGERIA QUE VOCE, O RUBENS BUENO E O FRANCISCHINI, QUE CRITICAM BASTANTE O GOVERNO FEDERAL, FIZESSEM ALGUM PROJETO PARA TIRAR O BRASIL E O ESTADO DO PARANÁ DESSE BURACO QUE SE ENCONTRAM. EU GOSTARIA, TAMBÉM QUE VOCES OPINASSEM SOBRE O GOVERNO BETO RICHA, SE É PÉSSIMO, REGULAR OU BOM E JUSTIFICASSEM.

  13. Esse santo de pau oco, paladino da moralidade imoral, não tem cacife moral pra criticar nada. Entende de Revista Veja e Golpe no Paraguai…

  14. E ISSO AI CATAO DE PINHAIS QUEM QUER EU NAO SEI,MAS COM CERTEZA QUEM NAO QUER E A TURMA QUE O SEU PARTIDO O PSDEBOSTA DEFENDE POIS A CPMF OS COXINHAS CHEIOS DA GRANA NAO TEM COMO SONEGAR KKKK ACHA QUE TODO MUNDO E BURRO E COXINHA.VA FAZER ALGO DECENTE PELO PAIS.

  15. Eu quero! Internet é 4G! Não, não quero mais…

  16. Quando houve a extinção da CPMF, nenhum produto baixou de preço. Se houver uma redução nas taxas de impostos em nosso país, nenhum produto irá baixar o preço para o consumidor. Se houver a reimplantação da CPMF, os produtos irão subir de preços. É vergonhoso. A gente até defende nosso país, mas somos metralhados o tempo todo por bandidos.
    Se a CPMF, estivesse ativa, o lava jato não existiria.
    Esses senhores não querem a volta da CPMF, porque isso faria com que suas contas tivessem alguma observação. A movimentação financeira desses senhores é monumental. E não é a CPMF que eles não querem, eles não querem é ter que justificar suas ações e movimentações financeiras.

  17. Se aprovar a CPMF, vão dobrar a aliquota no dia seguinte, igual a bandeira tarifaria, aprovaram com R$ 3 e já esta em R$ 5.

  18. Senador o que você faz para o Paraná, nesses vinte anos de senado, aponte uma só uma. Chega desse papinho de intelectual. ajude o Brasil e o Paraná, seu amiguinho Richa faz pior aqui, e você não diz nada..

    • De cabeça me lembro de 2. A PEC da iluminação pública, que aumentou o repasse aos municípios do Paraná em RS 4 Bilhões. Também a regulamentação do salário Educação, que aumentou em 120% os repasses aos municípios do Paraná, algo em torno de 200 Milhões por ano.

  19. Quem quer eu não sei, mas quem é contra são sonegadores, corruptos, traficantes etc., sem a cpmf eles ficam sem controle.