Veja essa: Francischini quer CUT como entidade “terrorista” no País

Compartilhe agora!

Deputado Franchischini, o Batman, protestou no domingo contra a presidenta Dilma e o PT; parlamentar que já havia pedido a prisão do sindicalista Vagner Freitas agora quer classificar a CUT como "terrorista".
Deputado Franchischini, o Batman, protestou no domingo contra a presidenta Dilma e o PT; parlamentar que já havia pedido a prisão do sindicalista Vagner Freitas agora quer classificar a CUT como “terrorista”.
O deputado federal Fernando Francischini (SD), conhecido no Paraná como “Batman”, não para de surpreender o país. Depois de pedir a prisão do presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), na véspera do #CarnaCoxinha, por suposta incitação à violência, o “parlamentar-morcego” agora agora classificar a entidade sindical como “terrorista”.

“CUT está se preparando para uma Guerra Civil para defender o PT.
Estou aguardando a manifestação do Procurador-geral da República!!!”, escreveu Batman no Facebook, ao comentar informação do jornal A Tarde, da Bahia, de que a central deflagraria greve geral se a presidenta Dilma Rousseff.

Francischini entende bem desse negócio de guerra. Em 29 de abril, a mando do governador Beto Richa (PSDB), no Paraná, atirou bombas, balas de borracha e atiçou cães contra manifestantes que lutavam contra o confisco da poupança previdenciária. O saldo foi de 213 pessoas feridas e um processo de improbidade administrativa movido pelo Ministério Público contra ele e o mandante tucano.

Nesta quinta-feira, dia 20, direto de Curitiba, o Blog do Esmael, em parceria com a TV 15, vai transmitir ao vivo para o Brasil e o mundo o protesto em defesa da democracia e das conquistas sociais do governo Dilma e do PT. Dentre os organizadores estão a CUT, MST, UNE e partidos políticos.

Delegado licenciado da Polícia Federal e deputado pelo segundo mandato, o ex-secretário da Segurança Pública do Paraná, Fernando Francischini, foi convidado para comentar a manifestação de amanhã. Ele e o senador Roberto Requião (PMDB) entrarão em rede direto de Brasília.

Compartilhe agora!

Comments are closed.