Mais moções de repúdio contra Richa, Francischini e deputados governistas

Publicado em 8 maio, 2015
Compartilhe agora!

repudioContinuam a surgir moções de repúdio contra o governador Beto Richa (PSDB), seu quase ex-secretário de Segurança Pública, Fernando Francischini (SSD), e até contra os deputados governistas, protestando contra o massacre dos servidores em 29 de abril e contra o confisco da previdência dos servidores.

E as manifestações estão vindo até de lugares improváveis, como o município de Farol, próximo a Campo Mourão, que tem uma prefeita aliada do governador, Ângela Kraus (PTdoB). Pois bem, a moção foi apresentada pelo líder do governo na Câmara Municipal e aprovada por unanimidade.

Outro local inusitado foi a cidade catarinense de Brusque. Lá, a Câmara Municipal aprovou por unanimidade uma moção de repúdio ao governador Beto Richa, ao até então secretário de Educação Fernando Xavier Ferreira, ao secretário de Segurança Pública Fernando Francischini e ao até então comandante da PMPR, coronel PM César Kogut.

Os vereadores de Prudentópolis também aprovaram o envio de ofício ao governador Beto Richa (PSDB), em repúdio ao massacre dos professores e servidores.

Na Câmara Federal, uma moção de repúdio proposta pela Professora Marcivânia (PT-AP), Pedro Ukizai (PT-SC) e Zeca Dirceu (PT-PR) teve a votação adiada por uma manobra regimental de deputados tucanos.

Já em Cornélio Procópio e Campo Mourão as moções foram propostas, mas acabaram rejeitadas. Em Campo Mourão, a nota de repúdio foi substituída por um ofício cobrando de Richa para que não retire os diretos adquiridos dos professores.

Compartilhe agora!

Comments are closed.