Depois de chamar professora de “biscate”, Rossoni é defenestrado da presidência do PSDB do Paraná

rossoni_traiano_PSDBO deputado federal Valdir Rossoni, ex-presidente da Assembleia Legislativa, foi defenestrado da presidência do PSDB do Paraná dez dias depois de, num bate-boca no Facebook, xingar de “biscate” a professora curitibana Adriane Sobanski.

Os tucanos alçaram ao comando do ninho paraense o atual presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, que vinha ocupando o cargo de secretário-geral na sigla.

“Biscate” na linguagem popular significa pessoa que faz serviço ocasional, mulher de vida fácil, vadia ou puta.

Na esteira da perda de compostura do parlamentar tucano, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) protocolou na semana passada uma representação contra Rossoni à Procuradoria da Mulher na Câmara dos Deputados.

“Chega de homem achar que pode ficar chamando mulher de vadia, vaca, biscate”, protestou Gleisi em sua coluna semanal no Blog do Esmael.

A professora Adriane Sobanski também anunciou representação na Câmara contra o agora ex-presidente do PSDB.

No entanto, não ache que Valdir Rossoni está morto politicamente. Ledo engano. Ele ainda continua no radar do governador Beto Richa para ocupar o cargo de Chefe da Casa Civil.

Comentários encerrados.