20 de novembro de 2015
por admin
4 Comentários

30 mil servidores municipais de Curitiba em ‘estado de greve’ contra confisco da aposentadoria

greveOs 30 mil servidores municipais de Curitiba, representados por quatro sindicatos (Sismuc, Sismmac, Sigmuc e Afisc), decidiram em assembleia geral na última quarta-feira (18) entrar em ‘estado de greve’ com indicativo de greve geral por tempo indeterminado.

O movimento é uma reação dos servidores à proposta do prefeito Gustavo Fruet (PDT) de reduzir o valor do repasse mensal feito ao Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC).

Pela proposta, o pedetista cortaria cerca de R$ 10 milhões do repasse mensal. Segundo os sindicatos, esse corte pode inviabilizar o IPMC e as aposentadorias dos servidores.