15 de dezembro de 2014
por Esmael Morais
19 Comentários

Entreguismo: Globo amplia pressão para abrir o pré-sal a gringos

do Brasil 247
globo_presalUm dia depois de produzir um editorial defendendo a abertura do pré-sal a empresas estrangeiras (leia mais aqui), o jornal O Globo, dos irmãos Marinho, produziu reportagem sobre uma suposta mudança nas regras da exploração de petróleo no País.

De acordo com o jornal, o modelo de partilha, que obriga os consórcios exploradores, sempre liderados pela Petrobras, a dividir parte da receita com a União (o que se explica pelo menor risco exploratório, uma vez que as reservas já estão comprovadas), seria substituído pelo de concessões.

Embora o governo ainda não tenha definido quem será o futuro ministro de Minas e Energia, cargo para o qual aparece cotado o senador Eduardo Braga (PMDM-AM), o Globo se ancora em fontes “em off” para tratar da suposta mudança. “Essa reflexão vai acontecer”, diz a suposta fonte. Leia mais

1 de abril de 2014
por Esmael Morais
15 Comentários

CPI da Petrobras mira só a superfície. Disputa real é pelo pré-sal

do Brasil 247 Numa palestra em que a declaração que mais repercutiu foi política (“tanto faz enfrentar Dilma ou Lula”), o presidenciável tucano Aécio Neves (PSDB-MG) antecipou também um ponto importante de sua plataforma econômica. No encontro promovido pelo Lide, ele afirmou que pretende rever o modelo de partilha no setor de petróleo e retomar o projeto de concessões. “Acredito que as concessões são a melhor forma de atrair investimentos”, disse ele. “O problema é que o Brasil não está mais sozinho. Nos últimos anos, dos US$ 300 bilhões que foram investidos, nada veio para cá, até porque houve novas descobertas no Golfo do México e na costa africana”.

O modelo de partilha, implantado depois da descoberta do pré-sal, é um tema caro à  presidente Dilma Rousseff. O ápice desse modelo ocorreu na venda de Libra, campo que foi arrematado pela Petrobras, em parceria com a Shell e com duas empresas chinesas. Na ocasião, Dilma convocou cadeia nacional de rádio e televisão para enaltecer o resultado do leilão. Os defensores da partilha argumentam que não faz sentido apenas leiloar essas bacias, uma vez que já existe a comprovação da existência do petróleo.

Os críticos desse modelo alegam, no entanto, que o modelo gera ônus excessivos para a Petrobras e que seria necessário abrir o setor a outros investidores para que o Brasil amplie mais rapidamente sua produção de petróleo, reduzindo importações.

Essa disputa entre partilha versus concessões foi também abordada pelo site Tijolaço no post abaixo:

Aécio diz em público o que Serra cochichava: quer o fim do modelo Lula no petróleo

Uma pessoa presente à  palestra de Aécio Neves hoje, numa associação de empresários, relata que, ao prometer reestatizar! a Petrobras, Aécio Neves admitiu rever o modelo de partilha do petróleo da camada pré-sal, instituído por Lula e que garante não apenas que o Estado brasileiro fica com parte da produção como assegura que a Petrobras seja a operadora única, com pelo menos 30% de qualquer consórcio privado que receba o direito de explorar o óleo.

Não é, a rigor, novidade.

O tucano já havia defendido a volta ao modelo de concessão de Fernando Henrique Cardoso em outubro do ano passado.

à‰ o mesmo que José Serra havia prometido a Patrícia Pradal, executiva da Chevron, numa reunião privada, que vazou com os telegramas do Wikileaks.

Não seria de esperar outra coisa de um candidato que, pela primeira v Leia mais

21 de outubro de 2013
por Esmael Morais
15 Comentários

Petista analisa privatização de Libra: “Até Lênin e Trotsky afrouxaram o sutiã na velha Rússia”

Milton Alves, depois da polêmica com os médicos que são contra o Mais Médico, agora compra briga com neoliberais

Milton Alves, depois da polêmica com os médicos que são contra o Mais Médico, agora compra briga com neoliberais” e esquerdistas!; segundo o neopetista, até Lênin e Trotsky afrouxaram o sutiã na velha Rússia ao realizar contratos de partilha e transferência de tecnologia com os britânicos na exploração do petróleo soviético nos anos 20; para ele, leilão do pré-sal deixou tucanos, mídia conservadora e esquerdistas em curto-circuito! mental; debate sobre o modelo de exploração ainda vai continuar extrapolando os esquemas mentais, aponta; Brasil e China abrem uma aliança estratégica no terreno da indústria do petróleo!, analisa; leia o texto.

O neopetista Milton Alves, ex-presidente estadual do PCdoB do Paraná, afrouxou o sutiã. Depois de enfronhar-se em polêmica com Sindicato dos Médicos, sendo inclusive processado, agora analisa o comportamento ideológico de militantes partidários na questão energética. ... 

Leia mais