2 de fevereiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em DEM, principal aliado de Bolsonaro, comanda Congresso Nacional

DEM, principal aliado de Bolsonaro, comanda Congresso Nacional

Os Democratas (DEM) saíram fortalecidos com as vitorias de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na Câmara de Deputados na sexta-feira (1) e de Davi Alcolumbre (DEM-AP) no Senado neste sábado (2), depois de uma tumultuada e confusa sessão. ... 

Leia mais

29 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro reassume presidência nesta quarta e despacha do hospital

Bolsonaro reassume presidência nesta quarta e despacha do hospital

Bolsonaro voltará ao cargo de presidente na manhã desta quarta-feira (30) e vai despachar de dentro do hospital.  ... 

Leia mais

23 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em 35 medidas para 100 dias do governo Bolsonaro

35 medidas para 100 dias do governo Bolsonaro

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), apresentou nesta quarta-feira (23) trinta e cinco medidas prioritárias para os cem primeiros dias do governo Bolsonaro (PSL). ... 

Leia mais

21 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Partido Novo entra na disputa pela presidência da Câmara

Partido Novo entra na disputa pela presidência da Câmara


O Partido Novo, com uma bancada de oito parlamentares, deverá lançar candidatura própria para a presidência da Câmara dos Deputados. O anúncio oficial foi feito nesta noite de segunda-feira (21) por meio de uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

Os parlamentares se reunirão ainda nesta segunda para acertar os últimos detalhes. Segundo o Estadão/Broadcast apurou, a decisão segue a linha ideológica do partido de ser independente e desvinculado da velha política. A sigla, no entanto, deve ficar isolada na disputa.

O atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), que já conta com o apoio de 12 partidos, é o nome apoiado pelo governo Bolsonaro.

Uma das bandeiras que o Novo deverá empunhar é a da reforma da Previdência, considerada fundamental pelo governo bolsonarista.

*Com informações do Estadão Conteúdo Leia mais

18 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Indicado para comandar o ENEM cai antes de assumir

Indicado para comandar o ENEM cai antes de assumir

O governo Bolsonaro (PSL) recuou da nomeação de Murilo Resende Ferreira na coordenação do Exame Nacional do Ensino Médio o (Enem).

LEIA TAMBÉM:

Coordenador do ENEM foi expulso do MBL ... 

Leia mais

16 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em O liquidificador de Onyx Lorenzoni; assista

O liquidificador de Onyx Lorenzoni; assista

Parece que há uma disputa aberta no governo Bolsonaro para ver quem fala mais sandices. Em primeiro lugar está a ministra Damares, mas o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni está no páreo.

Onyx afirmou que ter uma arma em casa oferece o mesmo risco que ter um liquidificador.

Vai um suco de laranja aí?

Assista ao vídeo com as falas do ministro sobre o decreto que libera a posse de armas:

Leia mais

14 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Moro manda exonerar diretora da Funai mas Onyx e Damares ignoram

Moro manda exonerar diretora da Funai mas Onyx e Damares ignoram

O “todo poderoso” Sergio Moro pediu a exoneração de uma diretora da Funai na semana passada. Mas a Casa Civil ignorou o pedido e a ministra Damares Alves, cuja a pasta a Funai está subordinada, nem sabe da demissão.

Tem gente achando que é uma quebra de braço, mas parece que é pior. Eles não se entendem mesmo.

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, encaminhou à Casa Civil um pedido de exoneração da diretora de Proteção Territorial da Funai, Azelene Inacio, por possível conflito de interesse(!) da servidora.

Mas a demissão ainda não foi publicada no Diário Oficial. Seria a confusão resultado da “despetização” de Lorenzoni que paralisou a Casa Civil?

Damares disse ao

blog de Andréia Sadi no G1 ... 

Leia mais

7 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em “Caça a petistas” de Onyx Lorenzoni desmonta equipe de trabalho da Casa Civil

“Caça a petistas” de Onyx Lorenzoni desmonta equipe de trabalho da Casa Civil

A “caça aos petistas” promovida pelo ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que resultou na demissão de 320 servidores da pasta, foi um tiro no pé. A medida desmontou a equipe técnica e atrasou o trabalho do governo.

LEIA TAMBÉM:

Onyx vai ter que se retirar do governo caso sejam comprovadas ‘ilicitudes’, diz Mourão ... 

Leia mais

5 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Onyx vai ter que se retirar do governo caso sejam comprovadas ‘ilicitudes’, diz Mourão

Onyx vai ter que se retirar do governo caso sejam comprovadas ‘ilicitudes’, diz Mourão


O general Hamilton Mourão (PRTB), vice-presidente eleito, afirmou nesta terça-feira (5), em Belo Horizonte, que, se encontradas irregularidades na investigação aberta contra o futuro ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro (PSL), Onyx Lorenzoni (DEM-RS), terá que deixar o governo, informa o jornal O Estado de São Paulo. “Uma vez que seja comprovado que houve ilicitude, é óbvio que terá que se retirar do governo. Mas, por enquanto, é uma investigação”, disse Mourão.

Na terça-feira, o ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin atendeu a pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e determinou a abertura de investigação para analisar as acusações de caixa 2 feitas por delatores da J&F ao futuro ministro,

Mourão afirmou ainda que ao menos parte da articulação política do governo poderá ficar sob o comando de militares. O vice de Bolsonaro disse que ele mesmo poderá participar, assim como o futuro secretário de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz.

De acordo com o depoimento de delatores da J&F, Onyx teria sido favorecido com o pagamento de propinas, via caixa 2, de R$ 100 mil em 2012 e R$ 200 mil em 2014. Leia mais

5 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Para ‘fazer média’, Onyx quer divulgar nome dos parlamentares nas placas das obras

Para ‘fazer média’, Onyx quer divulgar nome dos parlamentares nas placas das obras

O futuro ministro da Casa Civl, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), quer fazer média com os deputados e senadores, mas não sabe como. Então, ele está propondo divulgar o nome dos parlamentares nas placas de obras resultantes de emendas.

LEIA TAMBÉM:

Moro diz que ‘põe a mão no fogo’ por Onyx ... 

Leia mais

3 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ministério do Trabalho será extinto e desmembrado, diz Onyx

Ministério do Trabalho será extinto e desmembrado, diz Onyx


O futuro chefe da Casa Civil da Presidência, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), afirmou nesta segunda-feira (3), em entrevista à Rádio Gaúcha, que o Ministério do Trabalho será extinto no futuro governo de Bolsonaro. A pasta será desmembrada em três partes, que serão alocadas nos ministérios da Economia, da Cidadania e da Justiça.

“O atual Ministério do Trabalho como é conhecido ficará uma parte no ministério do doutor [Sergio] Moro, outra parte com Osmar Terra e outra parte com o Paulo Guedes, lá no Ministério da Economia, para ter tanto a parte do trabalhador quanto do empresário dentro do mesmo organograma”, afirmou, Onyx, acrescentando que o desenho do futuro governo contará com 20 ministérios “funcionais” e que o Banco Central e a Advocacia-Geral da União (AGU) perderão status de ministério.

Em novembro, o presidente eleito Jair Bolsonaro havia afirmado que o Trabalho permaneceria com status de ministério, após a possibilidade de sua extinção ter causado polêmica. “O Ministério do Trabalho vai continuar com status de ministério, não vai ser secretaria. Vai ser Ministério ‘Disso, disso e do Trabalho’, como [cita como exemplo] Ministério da Indústria e Comércio”, afirmou, na ocasião.

De acordo com o Onyx, a parte de “concessão de carta sindical” vai para a Justiça, a parte voltada a políticas de geração de emprego vai para o Ministério da Economia e outra parte ficará na Cidadania – pasta anunciada na semana passada que juntará as atribuições do Desenvolvimento Social, Esporte e Cultura.

*Com informações de Agências Leia mais

21 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ué, não era pra todo mundo ser bem limpinho?, pergunta Gleisi sobre ministério de Bolsonaro

Ué, não era pra todo mundo ser bem limpinho?, pergunta Gleisi sobre ministério de Bolsonaro

Foto: Giorgia Prates

A presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann, questionou a “moral flexível” do presidente eleito Jair Bolsonaro. Mais da metade dos ministros anunciados pelo “coiso” estão envolvidos em denúncias.

Segundo levantamento do Brasil 247, seis dos dez nomes indicados por Bolsonaro estão enrolados: Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Tereza Cristina (Agricultura), Luiz Henrique Mandetta (Saúde), e Sérgio Moro (Justiça).

Ou seja, já é um governo ficha suja mesmo antes de começar.

Gleisi twittou:

Luiz Henrique Mandetta, DEM-MS, novo ministro da Saúde, assim como Tereza Cristina, ministra da Agricultura, está envolvido com mal feitos, é investigado por tráfico de influência, fraude em licitação e caixa 2. Ué, não era pra todo mundo ser bem limpinho? Eita moral flexível! ... 

Leia mais