10 de julho de 2014
por Esmael Morais
52 Comentários

Nota fria! pode terminar em prisão de diretores da Copel, diz Requião

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, na noite desta quinta (10), ao Blog do Esmael, adiantou que vai ao Ministério Público pedir a prisão dos diretores da Companhia Paranaense de Energia (Copel). Segundo ele, a nota oficial emitida hoje pela empresa “é fria” e se constitui em “falsidade ideológica” (clique aqui).

“Tenho segurança de que são 17 diretores e não dez como comunicou a Copel”, disse Requião, ao referir-se ao documento divulgado pela energética.

Mais cedo, aqui mesmo no Blog do Esmael, o senador prometeu se eleito revisar acordos com a Tradener e tarifaços praticados por Richa, bem como demitir diretores da empresa com salários que, segundo o parlamentar, passam de R$ 80 mil por mês (clique aqui).

O candidato do PMDB ao Palácio Iguaçu aproveitou a polêmica com o governo Beto Richa (PSDB) para adiantar seu plano de governo visando “viabilizar a Copel”, bem como mostrar um Raio-X da companhia. Leia a íntegra:

PROVIDENCIAS A SEREM TOMADAS PARA RECOMPOR A COPEL

REESTRUTURAà‡àƒO

Quando da mudança do governador, em 2003, foram elaborados estudos para redução de custos e eliminação de subsidiarias desnecessária. O resultado alcançado foi a retomada das Diretorias fins na holding, acumulando, quando fosse o caso, as mesmas diretorias das subsidiarias, que resultou na redução 23 para 7 Diretores sendo as seguintes, Diretorias: Presidente; de Finanças e de Relações com Investidores; de Gestão Corporativa; de Distribuição; de Geração e Transmissão de Energia e de Telecomunicações e Jurídica.

Em 2013, voltaram a criar 5 subsidiarias com justificativas apresentadas pela direção da empresa de redução de custos e, que não é compatível manter os diretores na Holding com funções estranhas, que eles mesmos criaram (Diretoria de Relações Institucionais e da Diretoria de Desenvolvimento de Negócios) e, as novas subsidiarias integrais, com as estruturas das diretorias que estão sendo extinta na Holding, como: Jurídica, de Distribuição, de Engenharia, de Geração e Transmissão de Energia e de Telecomunicações onde, contrariamente do que declararam, houve um crescimento absurdo dos custos.

Pela AGE de 10.10.2013, foram criadas as subsidiarias integrais Copel Participações S/A e Copel Renováveis S/A, portanto, incluindo a Copel Geração e Transmissão S/A, a Copel Distribuição S/A e a Copel Telecomunicação S/A a empresa passa a ter 5 subsidiarias integrais. Com estas subsidiarias Leia mais