6 de dezembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Palocci mentiu mais uma vez sobre Lula e seu filho, diz nota do PT

Palocci mentiu mais uma vez sobre Lula e seu filho, diz nota do PT

Em nota oficial, o PT acusa o ex-ministro Antônio Palocci de mentir pela 13ª vez contra Lula e seu filho Luís Cláudio, o Lulinha, no âmbito da Operação Zelotes. ... 

Leia mais

25 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Osmar Dias manda dizer a Requião que aceita na vice Delazari

Osmar Dias manda dizer a Requião que aceita na vice Delazari

O pré-candidato pelo PDT ao governo do Paraná, Osmar Dias (PDT), mandou dizer ao senador Roberto Requião (MDB) que aceita o nome de Luiz Fernando Delazari, o Lulinha, na vice. ... 

Leia mais

23 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião pode indicar Delazari para a vice de Osmar Dias ao governo do Paraná

Requião pode indicar Delazari para a vice de Osmar Dias ao governo do Paraná

O advogado Luiz Fernando Delazari, o Lulinha, figura na lista tríplice do senador Roberto Requião, do MDB, para a vice na chapa de Osmar Dias, do PDT, ao governo do Paraná. ... 

Leia mais

10 de novembro de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Envergonhada, Folha também assume que errou acerca de Lulinha

O Globo pedir desculpas na primeira página para Fábio Luís Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Lula, o jornal Folha de S. Paulo publicou uma “errata” sobre o tema no rodapé da edição de desta terça-feira (10).

No dia 12 de outubro, a Folha destacou que o filho de Lula fora citado em delação premiada pelo lobista Fernando Baiano. O mesmo registro havia feito O Globo, no mesmo período, na estreia do colunista Lauro Jardim.

“Diferentemente do informado na chamada “Delator diz que pagou despesas de filho de Lula” e na reportagem “Lobista do PMDB diz que pagou despesas para filho de Lula”, o lobista Fernando Soares, o Baiano, afirmou que o empresário José Carlos Bumlai pediu dinheiro para pagar uma dívida de uma nora do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não despesas de um dos seus filhos”, diz o texto no rodapé da Folha.

Para os meios políticos e jornalísticos, embora a reparação seja tímida, o reconhecimento dos erros já seria um reflexo da Lei Requião, que garante o direito de resposta ao ofendido. Os dois jornalões estariam se antecipando à nova legislação aprovada este mês pelo Congresso Nacional.

Diferente de O Globo, a Folha não pediu desculpas às vítimas de suas mentiras.

Leia mais

8 de novembro de 2015
por Esmael Morais
34 Comentários

Globo reconhece: denúncia contra Lulinha era mentira

do Brasil 247

:

O risco de uma das mais pesadas condenações judiciais da história da imprensa brasileira, tanto no âmbito cível como criminal, levou o jornal O Globo, dos irmãos Marinho, a se retratar neste domingo. Na retratação, O Globo admitiu que a nota publicada na “estreia triunfal” de Lauro Jardim, egresso de Veja, no dia 11 de outubro, é falsa.

Naquele dia, há menos de um mês, Jardim publicou como “furo exclusivo” que Fábio Luis Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Lula, teria sido citado na delação premiada de Fernando Soares, o lobista conhecido como “Fernando Baiano”, como beneficiário de um pagamento de R$ 2 milhões.

Era mentira. Fábio Luis não foi citado por Baiano e, na retratação de hoje, o Globo restabeleceu a verdade nos seguintes termos: Leia mais

31 de outubro de 2013
por Esmael Morais
17 Comentários

Veja essa: Ao condenar filho de Lula, juiz se diz fã de FHC

do Conjur, via Brasil 247 O fato de um entrevistado negar a autoria de declarações a ele atribuídas veiculadas em reportagem não justificam que uma pessoa que se sentiu ofendida pela notícia receba indenização por danos morais. Com essa justificativa, o Tribunal de Justiça de São Paulo negou recurso interposto pela defesa de Fábio Luís Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, contra a revista Veja, da Editora Abril.

Participaram do julgamento os desembargadores Hamilton Elliot Akel (relator), Paulo Razuk e Rui Cascaldi. A decisão foi unânime. O advogado Alexandre Fidalgo, do escritório EGSF Advogados, atuou na defesa da Editora Abril.

Em seu voto, Paulo Razuk faz longa menção ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Admirador confesso do criador do Plano Real !” e adversário político do pai de Lulinha !”, o desembargador disse que a acusação da reportagem o remeteu a uma análise, segundo ele, “brilhante”, feita por FHC em seu livro Os Pensadores que Inventaram o Brasil. A conclusão em questão é que o Estado atua em favor classe dominante. “Lendo essa reportagem, chega-se à  conclusão de que tudo muda, para nada mudar”, concluiu.

Interesse público

O acórdão do TJ-SP mantém sentença proferida em 2009 pela juiza Luciana Novakoski, da 2!ª Vara Cível do tribunal paulista. Na ocasião, Luciana alegou que a reportagem intitulada “O Ronaldo de Lula”, de autoria do jornalista Alexandre Oltramari, não comenteu abuso contra Lulinha, cuja conduta, por tratar-se do filho do então presidente da República, seria de total interesse público.

A juíza também indeferiu a alegação da defesa do empresário, representada pelo advogado Cristiano Zanin, do escritório Teixeira, Martins & Advogados, de que uma das fontes da reportagem !” Alexandre Paes dos Santos, sócio de Lulinha !” teria negado as declarações atribuídas a ele pela revista. Luciana, no entanto, ressaltou que o “desmentido” é algo comum na imprensa e isso, por si só, não justificaria o pedido de indenização.

A sentença em primeiro grau também condenou o empresário ao pagamento de R$ 10 mil reais pelas custas processuais.

De acordo com a série de reportagens publicada pela Veja em 2006, Lulinha utilizou-se do lobby político para favorecer negócios pessoais. Como exemplo, a reportagem a assoc Leia mais