29 de fevereiro de 2016
por Esmael Morais
16 Comentários

DEGOLA AO VIVO: Requião comanda expurgo de infiéis no PMDB do Paraná

O senador Roberto Requião, presidente do PMDB do Paraná, comanda ao vivo e a cores, direto de Curitiba, uma sessão de “degola” de deputados infiéis.

Reunião da executiva estadual peemedebista deverá encaminhar pedido de expulsão dos deputados Alexandre Curi, Artagão Júnior, Jonas Guimarães e Luiz Claudio Romanelli.

Os quatro parlamentares são acusados de trair o partido nas eleições de 2014, quando eles fizeram campanha pela reeleição do governador Beto Richa (PSDB) em detrimento da candidatura própria do PMDB.

O Blog do Esmael transmite a degola ao vivo em parceira com a TV 15:

Leia mais

22 de fevereiro de 2016
por Esmael Morais
24 Comentários

Requião promove “degola de infiéis” ao vivo no PMDB do Paraná; assista

A executiva estadual do PMDB do Paraná, presidida pelo senador Roberto Requião (PMDB), promove nesta segunda-feira (22) mais uma série de “degolas” de diretórios municipais infiéis.

No início desta noite, a executiva dissolveu o diretório do município de Ivaiporã, na região Vale do Ivaí, Norte.

Os membros do diretório de Ivaiporã apoiaram a reeleição do governador Beto Richa (PSDB), em 2014, em detrimento da candidatura própria peemedebista.

Há outras “degolas” de infiéis na pauta, ou seja, vários diretórios deverão ser defenestrados nesta noite chuvosa em Curitiba.

Transmissão ao vivo encerrada às 19h50. Veja como foi a “degola” pela TV 15:

Leia mais

20 de fevereiro de 2016
por Esmael Morais
5 Comentários

Requião reafirma: “Ou os infiéis saem pela janela ou serão expulso do PMDB”

O senador Roberto Requião, ao Blog do Esmael, reafirmou neste sábado a determinação de expulsar quatro deputados estaduais — Luiz Cláudio Romanelli, Artagão Júnior, Jonas Guimarães e Alexandre Curi — caso eles são saiam espontaneamente do PMDB, utilizando a “janela da infidelidade”, até o próximo dia 19 de março.

“Ou os infiéis saem pela janela ou serão expulso do PMDB”, ordenou Requião, reiterando sua decisão tomada no último dia 12.

Há pouco mais de uma semana, o senador, que preside o partido no Paraná, enviou cópia de reportagem da revista CartaCapital cujo título era “Família, amigos e menores”, que exibia uma foto de Richa ao lado do ex-assessor Marcelo Tchello Caramori – acusado de pedofilia por promover festinhas com menores de idade.

“Apoiar um governo assim é uma indignidade”, escreveu o senador Roberto Requião em um cartão endereçado a cada aos 54 deputados estaduais da situação e oposição.

Por sua vez, o “quarteto fantástico”, cuja substância principal é tesão de argola pelo governador Beto Richa (PSDB), flertam com PSB, PTB e DEM. Os quatro deputados “tucanos” do PMDB — Curi, Guimarães, Romanelli e Artagão — fizeram pacto para migrarem para um mesmo partido.

O deputado federal João Arruda, secretário-geral do PMDB, explica que os parlamentares podem deixar a sigla nesses 30 dias de “janela” sem que sejam punidos com a perda de mandato. Entretanto, se eles forem expulsos do partido, automaticamente, perdem o cargo para os suplentes.

A bronca de Requião com os “infiéis” tem a ver com as sistemáticas votações deles com o governo Beto Richa (PSDB), inclusive em pautas contrárias aos interesses dos servidores e professores. Segundo o senador, essa banda do partido passeou no camburão do Beto e ajudou no confisco da poupança previdenciária.

Leia mais

16 de julho de 2014
por Esmael Morais
6 Comentários

Michel Temer voltou à  presidência para enquadrar infiéis do PMDB

Vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, retorna à  proa partidária depois de 4 anos para debelar casos de infidelidade nos diretórios do Rio, Bahia, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná; governador Beto Richa (PSDB) tende a perder alguns poucos apoios que lhe restam na bancada estadual peemedebista.

Vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, retorna à  proa partidária depois de 4 anos para debelar casos de infidelidade nos diretórios do Rio, Bahia, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná; governador Beto Richa (PSDB) tende a perder alguns poucos apoios que lhe restam na bancada estadual peemedebista.

O vice-presidente da República, Michel Temer, retomou hoje o comando nacional do PMDB. Ele estava afastado da direção do partido desde 2010, quando fora eleito na chapa de Dilma Rousseff (PT). ... 

Leia mais