CPI do MEC está protocolada: caiu Milton Ribeiro, agora é a vez de Bolsonaro [vídeo]

A placa que a deputada Luiza Erudina (PSOL-SP) segura na foto resume o ânimo político da oposição no Congresso Nacional, ao protocolar a CPI do MEC: ‘Milton caiu, agora falta o Bolsonaro.’

A bancada de oposição, liderada pelo senador Ranfolfe Rodrigues (Rede-AP), disse que o requerimento da comissão de investigação reuniu 30 assinaturas – três a mais que necessárias.

– Acabamos de protocolar o requerimento da #CPIdoMEC. O protocolo ocorreu com 30 assinaturas, após o registro da assinatura, ainda há pouco, dos senaores Marcelo Castro (MDB-PI) e Confúcio Moura (MDB-RO) – comemorou Randolfe, que ainda busca mais duas assinaturas.

A efetiva instalação da CPI ainda depende da discricionariedade do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que no auge da crise prometera que leria o pedido em plenário.

O objeto da CPI é a investigação de denúncias de corrupção e tráfico de influência no Ministério da Educação (MEC).

A CPI ganhou força após o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, e pastores denunciados terem sido presos pela Polícia Federal — eles já foram soltos, mas as investigações continuam.

Também corroborou os apoios obtidos [30 senadores] o suposto envolvimento do presidente cessante Jair Bolsonaro (PL), que, segundo áudios da PF, vazou informações sobre a operação.

Veja quem assinou o pedido da CPI do MEC:

► Randolfe Rodrigues (Rede-AP) — autor;
► Paulo Paim (PT-RS);
► Humberto Costa (PT-PE);
► Fabiano Contarato (PT-ES);
► Jorge Kajuru (Pode-GO);
► Zenaide Maia (Pros-RN);
► Paulo Rocha (PT-PA);
► Omar Aziz (PSD-AM);
► Rogério Carvalho (PT-SE);
► Reguffe (União Brasil-DF);
► Leila Barros (PDT-DF);
► Jean Paul Prates (PT-RN);
► Jaques Wagner (PT-BA);
► Eliziane Gama (Cidadania-MA);
► Mara Gabrilli (PSDB-SP);
► Nilda Gondim (MDB-PB);
► Veneziano Vital do Rego (MDB-PB);
► José Serra (PSDB-SP);
► Eduardo Braga (MDB-AM);
► Tasso Jereissati (PSDB-CE);
► Cid Gomes (PDT-CE);
► Alessandro Vieira (PSDB-SE);
► Dario Berger (PSB-SC);
► Simone Tebet (MDB-MS);
► Soraya Thronicke (União Brasil-MS);
► Rafael Tenório (MDB-AL);
► Izalci Lucas (PSDB-DF);
► Giordano (MDB-SP);
► Marcelo Castro (MDB-PI);
► Confúcio Moura (MDB-RO).

Confira a coletiva dos senadores, sobre o protocolo da CPI no Senado: