Porto de Paranaguá financiou parte da farra de Ratinho Junior em Dubai, segundo Diário Oficial

Porto de Paranaguá financiou parte da farra de Ratinho Junior em Dubai, segundo Diário Oficial

A cada dia que passa vem à tona quem pagou a farra do governador Ratinho Junior (PSD) em Dubai, no Emirados Árabes Unidos, na semana passada. Até o Porto de Paranaguá e Antonina (APPA) pagou pela festa na terra dos camelos e dromedários.

Garganta Profunda do Palácio Iguaçu enviou ao Blog do Esmael, nesta quarta (20/10), extrato do Diário Oficial mostrando que o presidente da APPA, Luiz Fernando Garcia da Silva, autorizou a transferência de R$ 36 mil, com dispensa de licitação, para a Missão Dubai.

Além da APPA, a conta do festerê nas arábias foi suportada ainda pela Copel (R$ 295 mil) e Compagas (R$ 50). A expectativa é que outras empresas e estatais paranaenses também tenham bancado a viagem ao mundo dos sheiks.

A informação de que o porto de Paranaguá pagou pela farra de Ratinho Junior veio na mesma semana que o deputado Plauto Miró (DEM), da base governista, denunciou a existência de um esquema de corrupção na APPA.

O dinheiro saiu em favor da “Paraná Metrologia” –a OSCIP (Organização da sociedade civil de interesse público), que organizou a festa em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, ao custo total de R$ 6 milhões –segundo o plano de aplicação da entidade.

O deputado Arilson Chiorato (PT), que pediu informações ao governo do estado sobre o escândalo “DubaiGate”, acusou Ratinho Junior de usar dinheiro das estatais para vender as próprias estatais.

“Antigamente, os chefes de estado viajavam o mundo levando produtos brasileiros para serem vendidos. Hoje, Ratinho leva as empresas com seus próprios dinheiros para serem vendidas”, criticou o parlamentar petista, referindo-se às companhias estatais Copel, Sanepar, Ferroeste, Compagas, APPA, dentre outras, que estão na lista de privatizações do governador Ratinho Junior.

“Ida a Dubai foi pelo via Porto de Paranaguá. A volta será entregar o porto pra alguém de Dubai?”, questionou o parlamentar, que é autor de um pedido de informações sobre os supostos cambalachos na APPA.

Resumo da ópera: o povo paranaense, por meio das estatais, pagaram pela farra de Ratinho e sua numerosa comitiva.

Leia também

DubaiGate: Estatais pagaram por farra de Ratinho Junior em Dubai; confira

Europa propõe proibição de privatizações enquanto Ratinho Junior, em Dubai, tenta vender o Paraná para “fundos abutres”

Ao custo de R$ 6 milhões, Dubai é uma festa para Ratinho Junior e comitiva de 200 pessoas

Vaza Porto: dossiê mostra esquema para derrubar presidente do Sindicato da Estiva de Paranaguá