Ao custo de R$ 6 milhões, Dubai é uma festa para Ratinho Junior e comitiva de 200 pessoas

Ao custo de R$ 6 milhões, Dubai é uma festa para Ratinho Junior e comitiva de 200 pessoas

A cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, é uma festa para o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), e uma comitiva de 200 pessoas do estado. Entre os convivas estão prefeitos, secretários, deputados, empresários sem empresas, dirigentes de estatais, amigos, etc. e tal.

Cada cabeça custou cerca de 30 mil reais, segundo um integrante da entourage do governador –o “Garganta Profunda do Palácio Iguaçu”.

Dentre as conversas de Ratinho está uma visita ao “fundo abutre” Mubadala, que recentemente arrematou da Petrobras por 1,65 bilhão de dólares a refinaria RLAM, na Bahia, e assumiu o controle da Concessionária Metroviária do Rio de Janeiro, a MetrôRio, no lugar da Invepar.

O governador Ratinho Junior quer vender a Copel (Companhia Paranaense de Energia), a Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná), Ferroeste e o Porto de Paranaguá (APP) para os árabes, do fundo Mubadala, que tem histórico de envolvimento em escândalo mundial de corrupção.

“Ratinho vendendo o Paraná para os árabes, que são ‘amantes dos direitos humanos‘”, ironizou Garganta Profunda do Palácio Iguaçu.

Além do polêmico Mubadala, o governador paranaense ainda tem agenda com o Grupo Financeiro de Abu Dhabi –outro fundo abutre, que também se interessa pelos ativos (patrimônio) do Paraná.

Iniciada na sexta-feira (1º/10), a Expo Dubai vai até março de 2022 e contará com a participação de mais de 190 países nos 181 dias de evento. A edição tem como tema a frase “Conectando Mentes, Criando o Futuro”. Os países participam com pavilhões que representam suas nações, divididos em três distritos: Oportunidade, Mobilidade e Sustentabilidade.

Quem paga a conta da festa de Ratinho

O governo do Paraná está gastando R$ 6 milhões na festa para Ratinho Junior e sua comitiva de 200 convidados, segundo o “Garganta Profunda do Palácio Iguaçu” –privilegiado informante do Blog do Esmael no terceiro andar da sede do governo estadual.

O milionário valor foi triangulado pelo “Paraná Metrologia” e “Invest Paraná”, ambas OSCIPs (organizações da sociedade civil de interesse público) –entidade de direito privado– com recursos oriundos do erário, isto é, do Tesouro do Governo do Paraná.

No plano de aplicação dos recursos, há a previsão de 5 vídeos de 1 minuto para as prefeituras ao custo de R$ 2,1 milhões. Por ser criado por OSCIP, a peça publicitária está dispensada de licitação.

A farra de Ratinho Junior, em Dubai, oficialmente, vai até 16 de outubro.

A bancada de oposição da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) avisa que pedirá explicações sobre essa festa em Dubai.

Leia também

Deputados vão à Justiça contra farra publicitária de Ratinho Junior, amigo de Bolsonaro no Paraná

Ratinho Junior é o responsável pelo preço abusivo do combustível, segundo Jair Bolsonaro [vídeo]

Ratinho Junior envia à ALEP projeto que abre brecha para privatizar o Porto de Paranaguá; confira o texto