Carluxo recebe foto de Ratinho Junior "chifrando" o velho Bolsonaro com Pacheco

Carluxo recebe foto de Ratinho Junior “chifrando” o velho Bolsonaro com Pacheco

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), o Carluxo, recebeu de bolsonaristas paranaenses foto do governador Ratinho Junior chifrando o velho Bolsonaro, isto é, o presidente Jair Bolsonaro, com o senador Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, agora filiado no PSD.

A escusa do governador do Paraná foi de que se trata de um evento partidário, o PSD, que recebeu o parlamentar mineiro a título de se candidatar ao Palácio do Planalto em 2022.

A presença de Ratinho Junior no palanque de Pacheco indica que o filho do apresentador Ratinho, o Ratão, está prestes a abandonar o barco de Bolsonaro. Foi esse o alerta de bolsonaristas das araucárias para Carluxo.

O filho “Zero Dois” do presidente da República, segundo testemunhas, teria coçado a barba ao ver a foto com a “chifrada” de Ratinho Junior em seu pai –que sempre é o último a saber. Bolsonaro está em viagem internacional, em Roma, onde participa de encontro do G20 e faz turismo no vilarejo de Anguillara Vêneta, de 4 mil habitantes. Foi lá que nasceu Vittorio Bolzonaro, um bisavô do presidente Bolsonaro.

O diabo, imagina Carluxo –que não é bobo nem nada– é que Pacheco tende a ser vice na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, na disputa presidencial do ano que vem. O ensaio da pré-candidatura, formulado por Gilberto Kassab, mandachuva do PSD, seria apenas para interditar a terceira via e naturalizar a aliança do político mineiro com o petista.

Carluxo, estrategista do pai, teria dito que Ratinho terá de escolher de que lado estará em 2022. A prova dos nove será no dia 6 de novembro próximo, em Ponta Grossa, quando o presidente Jair Bolsonaro visitará a cidade na região dos Campos Gerais.

Por outro lado, o governador do Paraná tem memória amarga da divisão de palanque com o inquilino do Palácio do Planalto. No dia 1º de outubro, em Maringá, Noroeste do estado, Ratinho Junior recebeu uma ensurdecedora vaia que foi ouvida até Foz do Iguaçu, na tríplice fronteira, no extremo Oeste do estado.

No Palácio Iguaçu, sede do governo do Paraná, correligionários de Ratinho Junior minimizaram os efeitos da cifrada do governador no presidente Bolsonaro: ‘o que o chifre desune, o pedágio une‘.

Leia também

Rodrigo Pacheco filia-se ao PSD de olho na vice de Luiz Inácio Lula da Silva na eleição de 2022

Resultado do roubo na Petrobras: R$ 32 bilhões para acionistas somente em 2021

‘Quanto você acha que vale uma vaga no Supremo Tri…?’, pergunta Bolsonaro numa live [assista]