Bolsonaro vem aí, que Deus nos livre e guarde. Use máscara e álcool em gel; se proteja, caro leitor

Bolsonaro vem aí, que Deus nos livre e guarde. Use máscara e álcool em gel

O presidente Jair Bolsonaro, além de disseminador de mentiras, oferece potencial risco à saúde pública. Ele vem aí, em Maringá, na próxima sexta-feira, dia 1º de outubro. Seria prudente exigir que o mandatário use máscara e higienize as mãos com álcool em gel. A regra também deve valer para os que se aproximarem dele, por questões óbvias, nesses tempos de pandemia.

Bolsonaro desembarcará em Maringá, Noroeste do Paraná, para evento às 15h de inauguração de obras de ampliação e modernização do Aeroporto Regional. Além do presidente da República, ministros, o governador Ratinho Junior (PSD) também subirá no palanque. Eles são aliados políticos e juram estar juntos em 2022.

Maringá tem fama de ser cemitério de presidentes da República. Mais ou menos nesse período, há 29 anos, o então presidente Fernando Collor de Mello visitou Maringá. Houve manifestação, confusão, e a partir daí deslanchou o impeachment na Câmara.

No dia seguinte à presença de Bolsonaro na “Cidade Canção”, dia 2 de outubro, sábado, o Brasil e o mundo sairão às ruas pelo “Fora Bolsonaro, impeachment já!

Bolsonaro vem aí, que Deus nos livre e guarde.

Você, caro leitor, use máscara e álcool em gel. Se proteja do vírus.

Em tempo: pesquisa Datafolha nos informa que 91% dos brasileiros são favoráveis ao uso da máscara, embora 80% dos entrevistados acreditem que pandemia está sob controle.

Leia também

URGENTE: Lula vai a Brasília segunda-feira pelo impeachment de Bolsonaro

Caravana de Requião mobilizou lideranças de 32 municípios na região do Sudoeste do Paraná; confira

Banho frio, luz de vela, fogão a lenha, subir escadas; Bolsonaro dá marcha à ré de 100 anos na história