Após crise de choro, Eduardo Bolsonaro devaneia: ‘Bolsonaro e Guedes reconstroem a economia’

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, nesta quinta-feira (5), tenta se recuperar da crise de choro após tomar conhecimento da derrota de Donald Trump nos Estados Unidos. Só que agora ele sofre devaneios e publica no Twitter coisas descoladas da realidade.

Na manhã de hoje, por exemplo, o filho de Jair Bolsonaro afirmou que a “nossa economia” [dele e do pai dele?] está sendo reconstruída graças ao presidente e ao ministro Paulo Guedes.

“Nossa economia está se reconstruindo, graças aos esforços do Presidente @JairBolsonaro e do Ministro Paulo Guedes”, tuitou o “Zero Dois”.

Contrariando institutos como IBGE, que é do governo, Eduardo Bananinha Bolsonaro escreveu que pelo terceiro mês seguido, o Brasil registra saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada. “Foram mais de 300 mil novas vagas de trabalho em setembro”, cravou.

Agora preste atenção na realidade, na informação verdadeira.

O desemprego bateu recorde em setembro, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no último dia 23 de outubro de 2020.

O País encerrou o mês de setembro com 13,5 milhões de desempregados, cerca de 3,4 milhões a mais que em maio, o que representa uma alta de 33,1%. A taxa de desemprego ficou em 14%.

Além dos desempregados, que somam 50% da PEA, ou seja, eles são mais que os 13,5 milhões anunciados pelo governo, os brasileiros ainda enfrentam a precarização do trabalho, a carestia e a volta da fome.

Eduardo Bolsonaro chora ao saber da derrota de Donald Trump nos EUA

Bolsonaro tenso com a confirmação da vitória de Biden

Biden prevê que sairá vitorioso enquanto Trump reclama na Justiça

Assista ao vídeo