PT abre ‘guerra da vacina’ conta Bolsonaro; assista ao vídeo

O diretório nacional do PT, pelas redes sociais, abriu a “guerra da vacina” contra o presidente Jair Bolsonaro.

Em vídeo publicado nas redes sociais, o PT critica o presidente Bolsonaro por dizer que ninguém é obrigado a tomar vacina contra a covid-19.

Os petistas recordam na peça publicitária que a primeira grande campanha de vacinação ocorreu há 116 anos no Brasil, por iniciativa de Osvaldo Cruz, durante pandemia de varíola.
Na época, políticos de oposição usaram “fake news” contra a campanha e 6 mil pessoas morreram no Rio de Janeiro.

“Bolsonaro é irresponsável, sabotador, genocida. Ele não gosta do Brasil nem dos brasileiros”, diz o texto em off do vídeo.

LEIA TAMBÉM

  • Internautas dizem que ‘vacina é amor ao próximo’ contra Bolsonaro
  • Covid-19: Avançam testes com a vacina chinesa no Brasil
  • Covid-19: Fiocruz assinará contrato para produzir vacina da AstraZeneca
  • Cuba inicia ensaio clínico da vacina contra Covid-19
  • Papa Francisco diz que ‘seria triste’ se vacina contra a Covid-19 fosse primeiro para os ricos
  • China registra a primeira patente de vacina contra o Coronavírus
  • Sputnik V: Rússia inicia produção da vacina contra o novo coronavírus
  • Covid-19: São Paulo pode pedir liberação emergencial para vacina chinesa
  • Lava Jato de São Paulo também é defenestrada a exemplo de Deltan Dallagnol

    Depois de o procurador Deltan Dallagnol ter sido demitido da coordenação da força-tarefa de Curitiba, agora é a vez de o grupo de São Paulo jogar a toalha.

    De acordo com fontes na Procuradoria-Geral da República (PGR), a saída de Deltan foi negociada, mas não deixou de ser uma demissão. A mesma lógica vale para a força-tarefa de São Paulo.

    Ainda segundo um procurador da PGR, os “cargos” nas forças-tarefas são designações discricionárias das chefias. Logo, quando muda as chefias, a exemplo do que ocorre nos cargos de comissão, também mudam os comissionados.

    O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou que essas mudanças são “interna corporis” do MPF, qual seja, são questões que devem ser resolvidas internamente pela PGR e as seções regionais do Ministério Público Federal.

    O Blog do Esmael já opinou várias vezes da relação hipócrita existente por parte de alguns juristas e políticos, que passam o pano nos crimes cometidos pela Lava Jato. No nosso entendimento, a força-tarefa fez muito mal para o País e isso precisa ser dito com letras garrafais.

    A implosão da força-tarefa Lava Jato, com a demissão de Deltan Dallagnol, ícone do populismo penal, será tema da entrevista do Blog do Esmael nesta quinta-feira (3), às 19h.

    O Blog do Esmael vai entrevistar logo mais o criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, e o advogado Luiz Carlos Rocha, o Rochinha, um dos defensores do ex-presidente Lula.