Em vídeo, Gleisi pede prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 por um ano

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PT-PR), publicou um pronunciamento nas redes sociais defendendo a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 por um ano.

Após colocar a proposta em discussão na internet, a dirigente petista foi para o asfalto da Avenida Paulista, em São Paulo, pedir ‘Fora Bolsonaro, impeachment já!

Gleisi já tinha liderado ontem (13), em Brasília, uma megacarreata pedindo a saída do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seu vice Hamilton Mourão (PTRB).

“Nós sabemos que essa pandemia, essa crise na saúde, terá efeitos graves na economia”, disse a presidenta do PT. “O país não se recuperará, nem dará empregos, num prazo de um ano.”

Gleisi afirmou que é preciso uma renda básica para as pessoas até a economia brasileira se reestruturar. “Ele não se restruturará com Bolsonaro na presidência”, condicionou.

A parlamentar petista deixou claro que é preciso os brasileiros pressionar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para que o projeto do PT seja votado.

Gleisi Hoffmann denunciou ainda que Bolsonaro quer reduzir o auxílio emergencial para R$ 300 e realizar apenas mais duas parcelas, até dezembro.

O presidente do PT no Paraná, deputado Arilson Chiorato, disse que o povo brasileiro precisa dessa ajuda governamental.

“O impacto econômico causado pela pandemia não é apenas de 3 meses, muitas pessoas vão demorar para se reestruturar”, argumentou a favor da prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 por um ano.

Assista ao vídeo:

LEIA TAMBÉM

Insatisfação com o governo Bolsonaro toma as ruas neste domingo; assista

Milhares de pessoas protestam neste domingo (14), em São Paulo, contra o governo de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes.

A insatisfação com a crise econômica e a incapacidade do governo enfrentar a pandemia de coronavírus são os principais combustíveis para a manifestação de hoje na Avenida Paulista.

Outras bandeiras também mobilizam o povo, dentre as quais a luta pela democracia, contra o fascismo e o racismo.

O ‘Fora Bolsonaro, impeachment já!’ é uma palavra de ordem “guarda-chuva” de todos os movimentos que desfilam no asfalto.

Os protestos desta tarde, na Paulista, são pacíficos. Nenhum ato de violência, ao menos da parte dos manifestantes, foi verificado.

A PM colocou um efetivo de 4 mil policiais nas ruas da capital paulista.