ditadura assassina

Ministra Damares rejeita 101 pedidos de anistia de vítimas da ditadura

Ditadura assassina
A ministra Damares Alves, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, publicou no Diário Oficial desta terça-feira (7) um conjunto de 101 pedidos de anistia, que foram rejeitados pela Comissão de Anistia, e referendados por Damares, nas últimas sessões de 2019.

De acordo com a coluna Radar da Revista Veja, oo longo do ano passado, foram publicadas mais de 2.700 portarias de processos de anistia, sendo 2.300 de indeferimento dos pedidos. Cerca de 2.100 ações tratavam de casos avaliados por governos anteriores, pendentes da análise final pelos antecessores de Damares no ministério.

LEIA TAMBÉM:

Eduardo Bolsonaro se nega a pedir desculpas por apologia à ditadura; assista

ONU cobra Bolsonaro sobre caso de Fernando Santa Cruz na ditadura

Itamaraty pede à Rússia extradição de autor de atentado contra Porta dos Fundos

Organizações de direitos humanos e entidades de luta pelo resgaste da verdade, memória e justiça avaliam com preocupação os impactos das decisões de Damares na política de reparação às vítimas da ditadura militar.