Globo admite volta da inflação sob Bolsonaro, mas esconde a recessão

Compartilhe agora

A Rede Globo se curvou à realidade de já admite a volta da inflação sob o governo de Jair Bolsonaro e de Paulo Gudes na Economia.

A emissora dos Marinhos veiculou nesta segunda-feira (16), no Jornal Hoje, que o tradicional PF (prato feito) pode mudar de nome: PC (prato caro).

Não é para menos, pois os itens que são usados no PF subiram absurdamente –enquanto os salários permaneceram congelados ou tiveram valores diminuídos:

  • Arroz: 1%
  • Ovo: 10%
  • Carne: 12%
  • Feijão: 26,5%

O cenário é explosivo porque reúne a inflação + a recessão cujo resultado é = a estagflação. A combinação da redução da atividade econômica com o desemprego, a precarização e a informalização a mão de obra.

Embora a Globo só admita a inflação e esconda a recessão dos brasileiros, os donos de restaurante se viram nos trinta para sobrevirem à crise.

Alguns comerciantes simplesmente reajustam os preços, outros reduzem o tamanho do tradicional PF para acompanhar o bolso do consumidor.

LEIA TAMBÉM
Risco país cai para o menor nível em nove anos. O que significa isso? Nada

Requião: ‘Quem faz greve de caminhoneiro é patrão’

Pode aumentar o diesel porque fracassou a greve dos caminhoneiros