Maria do Rosário: “Não podemos ter um Prêmio Nobel da Paz preso no Brasil”

| 2 Comentários

A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), ex-ministra dos Direitos Humanos de Curitiba, disse nesta sexta (13) em Curitiba que um Prêmio Nobel da Paz não poder continuar preso no Brasil. Ele se referiu à indicação do ex-presidente Lula para receber a honraria em 2018.

LEIA TAMBÉM
Lula ganha apoio para Nobel da Paz de egípcio vencedor do prêmio em 2015

Em visita ao acampamento Lula Livre, Rosário afirmou que mais de 100 entidades da sociedade civil assinaram carta endereçada à ONU reconhecendo a condição de preso político de Lula.

“A prisão de Lula é desumana. Mais de 100 entidades assinaram carta para a ONU e OEA reconhecendo Lula como preso político no Brasil”, revelou a deputada.

“Não podemos ter um Prêmio Nobel da Paz preso no Brasil. Para os povos do mundo, Lula é Mandela, que lutou contra o apartheid”, opinou a ex-ministra.

Para Maria do Rosário, o juiz Sérgio Moro quer pautar o STF, o legislativo e a mídia. “Os direitos humanos estão do nosso lado. Lula não teve direito a um julgamento justo e imparcial. Ele foi submetido a uma inquisição semelhante ao nazismo na Alemanha”, completou.

Assista ao vídeo: