Fachin não decide novo habeas corpus para Lula; “batata quente” cai na mão de Carminha

O ministro do STF Edson Fachin não quis decidir hoje (6) sobre novo habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Fachin afirmou que cabe à presidenta da Corte Cármen Lúcia, a Carminha, decidir quem será o relator do pedido.

Os advogados de Lula pedem que seja suspensa a ordem de prisão expedida ontem (5) pelo juiz Sérgio Moro acerca da condenação no caso tríplex do Guarujá (SP). O ex-presidente não se entregou hoje como pretendia o magistrado.

Os defensores do petista endereçaram a petição para o ministro Marco Aurélio Mello, mas o STF redistribuiu o processo e caiu para a Fachin relatá-lo. Entretanto, o ministro relator da lava jato jogou a “batata quente” para Carminha.

Comentários encerrados.