“Onda golpista perde fôlego e Lava Jato mergulha na incerteza”

milton

O blogueiro e ativista social Milton Alves, em artigo publicado em seu blog, analisa a perda de fôlego da Operação Lava Jato e o consequente enfraquecimento nos planos golpistas ocorridos nos últimos dias. Ele afirma que surpreende a capacidade de resistência demonstrada pelo governo da presidente Dilma, do PT e aliados que mesmo sitiados lutam pela sobrevivência política. Para Milton, o projeto se revigora na medida que a ofensiva do Juiz Sergio Moro comete tropeços e exageros, e diversas vozes do meio jurídico e dos movimentos sociais se erguem contra as arbitrariedades e resolvem enfrentar o golpe da direita. Milton também fala do estrago causado pela lista de pagamentos da Odebrecht, que atinge políticos de todas as matizes, levando a Lava Jato a uma encruzilhada que também pode definir os rumos do embate. leia, comente e compartilhe.

por Milton Alves*

A gangorra de acontecimentos políticos dos últimos dias determina cautela para qualquer tipo de avaliação sobre o desfecho da crise política em curso. Porém, é possível identificar uma vigorosa reação dos setores democráticos da população e um certo cansaço do dispositivo golpista.

Chega a ser surpreendente a capacidade de resistência demonstrada pelo governo da presidente Dilma e do Partido dos Trabalhadores (PT) e aliados que, apesar de sitiados por uma operação policial e midiática sem precedentes na vida nacional,  lutam para assegurar sua sobrevivência política.

Nos últimos dias, contando a partir de sexta-feira passada(18), dia das manifestações contra o golpe, o governo vem acumulando forças em duas frentes básicas: na arregimentação de apoio na sociedade civil e no Judiciário, principalmente com a decisão do ministro Teori Zavascki que retirou a jurisdição do juiz Sérgio Moro sobre as investigações referentes ao presidente Lula.

Além disso, a Lava Jato colecionou tropeços que geraram um amplo questionamento no meio jurídico, como a condução coercitiva de Lula e os vazamentos dos grampos ilegais, que incluíam até a presidente Dilma. Aliás, fatos que ainda serão objeto de exame do Conselho Nacional de Justiça(CNJ). De toda forma, houve um sensível desgaste do juiz Moro nos dois episódios.

É verdade que o governo Dilma sofreu um revés com o impedimento judicial da nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil, um arranjo indispensável para garantir a costura de uma base parlamentar caótica e em franca deserção. Neste sentido, se concentra na frente parlamentar a maior debilidade do governo no momento. Aí o terreno é movediço e no próximo dia 29 de março a reunião do PMDB será um teste decisivo para medir as chances de recuperação ainda que parcial desse partido na condição de aliado para as batalhas vindouras contra o impeachment da presidente.

Um dado alentador para o governo nesta semana, foram as manifestações de apoio de diversos e variados segmentos sociais contra a tentativa em curso de golpe jurídico-midiático, com a chancela de um processo de impeachment no Congresso, sem crime de responsabilidade tipificado. Um verdadeiro golpe de tipo paraguaio.

Listão da propina da Odebrecht

O aparecimento de uma lista de propinas sistemáticas da empresa Odebrecht para políticos de praticamente todas as legendas representadas no parlamento caiu com uma bomba incendiária no Congresso Nacional.

A lista atinge mais de 200 políticos, do alto e baixo clero, com os seus codinomes escatológicos – Aspirador, Viagra, Chaninha, Passivo, Caranguejo, entre outros  – temos um escândalo de grandes proporções, que impactará em todo circuito político-parlamentar, colocando em xeque a legitimidade do parlamento para decidir, por exemplo, o  impedimento da presidente Dilma.

Por sua vez,  o listão da propina vai exigir da Operação Lava Jato um reposicionamento. Até agora era fácil a seleção do alvo: os petistas e empreiteiros vinculados às obras da Petrobrás. Com todos os líderes tucanos e da oposição na lista, ou seja, os aliados objetivos de Moro, a situação muda de figura.

Resta saber como a Operação Lava Jato vai se comportar a partir de agora. Outra consequência do listão,  visível nos telejornais panfletários da Rede Globo, foi o tom de desalento dos apresentadores da emissora com a presença das lideranças oposicionistas na lista da propina. Também nas redes sociais nesta noite de quarta-feira(23), era geral o lamento e a  indignação dos simpatizantes do movimento pró-impeachment com os chefes tucanos citados na lista.

Portanto,  a semana da Páscoa apresenta até o momento um freio de arrumação no embate entre governo e oposição. Dilma e o PT reagiram e tratam de recuperar o terreno perdido e a onda golpista da oposição perdeu fôlego, mas longe de derrotada.

Via www.miltonalves.com.

*Milton Alves é blogueiro, ativista social e militante do PT em Curitiba/PR.

19 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Hello Web Admin, I noticed that your On-Page SEO is is missing a few factors, for one you do not use all three H tags in your post, also I notice that you are not using bold or italics properly in your SEO optimization. On-Page SEO means more now than ever since the new Google update: Panda. No longer are backlinks and simply pinging or sending out a RSS feed the key to getting Google PageRank or Alexa Rankings, You now NEED On-Page SEO. So what is good On-Page SEO?First your keyword must appear in the title.Then it must appear in the URL.You have to optimize your keyword and make sure that it has a nice keyword density of 3-5% in your article with relevant LSI (Latent Semantic Indexing). Then you should spread all H1,H2,H3 tags in your article.Your Keyword should appear in your first paragraph and in the last sentence of the page. You should have relevant usage of Bold and italics of your keyword.There should be one internal link to a page on your blog and you should have one image with an alt tag that has your keyword….wait there’s even more Now what if i told you there was a simple WordPress plugin that does all the On-Page SEO, and automatically for you? That’s right AUTOMATICALLY, just watch this 4minute video for more information at. Seo Plugin

  2. FORTUNE.
    É bastante significativo que a revista Fortune tenha dado ao Juiz Moro o 13º lugar entre as personalidades mundiais. É uma revista patrocinada pelas maiores empresas estadunidenses juntas reúnem um patrimônio equivalente a 4 vezes o PIB brasileiro, em lugar de destaque temos as grandes do petróleo Exxon e Chevron, as mesmas que patrocinaram a lei de entrega do petróleo do tucano José Serra.
    Agora fica evidente que a Operação Lava Jato sempre teve por objetivo aniquilar as grandes construtoras brasileiras gerando o vácuo jurídico necessário para que as multinacionais, que estão por trás do Moro, pudessem entram no mercado brasileiro, a Petrobras é a empresa que reúne a maior quantidade de serviços terceirizados e a que desperta a cobiça das grandes americanas, aquelas que não medem custos na conquista de novos mercados aquelas que sabem que os destinos da nossa população são negociados na bolsa de Nova York. Para eles é muito mais barato comprar um juiz brasileiro do que mandar tropas ao Médio Oriente.
    O Golpe começava-se a gestar, conforme Wikileaks, em outubro de 2009 a pauta considerava um núcleo jurídico, um núcleo midiático e outro empresarial.
    O judicial ficou aos cuidados do Moro, o midiático a cargo da Globo e o empresarial a cargo da FIESP. O alvo era como gerar uma crise política de grandes proporções capaz de paralisar o governo central e não demorou muito para que a FIESP assumisse a o compromisso de “locautear” a economia, a paralisação econômica deveria ser repercutida massacrantemente a traves das grandes mídias, missão que foi confiada às Organizações Globo agente golpista com experiência comprovada desde 1964.
    As ações golpistas ficaram em compasso de espera uma vez que existia a possibilidade de assumir a presidência democraticamente, no entanto diante do fracasso do Neves no dia seguinte da eleição foi dado início ao golpe nas três frentes (judicial, midiático e empresarial) pouco demorou para instalar a atual crise política gerando argumentos jurídicos para propor um impeachment com base numa inócua pedalada fiscal. Forjaram os argumentos para dar um viés legal ao golpe midiático-judicial em andamento com o apoio dos deputados e senadores mais próximos da FIESP em conluio com as grandes mídias.
    Entra em campo o núcleo político no embalo das ações da Lava Jato, sem saber muito bem do que se tratava pegaram o bonde andando sem ter nenhum plano econômico, perderam o rumo e fracassaram pela segunda vez, certamente falhou a comunicação entre o triunvirato golpista e os congressistas de oposição.
    Longe de qualquer projeto de país o futuro do Brasil passou a se decidir em função da de uma crise econômica pré-fabricada nos seminários de cooperação organizados pelas mesmas empresas que hoje homenageiam o Moro. A revista Fortune escolheu o Moro como o 13º principal líder mundial.
    E vejam que o número 13 é o número do PT uma subliminar inconteste como quem quer pôr um fim definitivo na legenda, PT foi comparado com um gangster dos anos 30 e o Moro com Eliot Ness um agente do tesouro americano, abandonado por todos no final de carreira, como quem diz o Moro já fez seu papel, já ganhou seus trinta denários, já vendeu a pátria, e já foi condecorado por isso, agora é só deixar por conta do mercado. Conta a lenda que nos arranha céus americanos não existe o número treze do 12º andar passa ao 14º por que os americanos são supersticiosos, mas não hesitaram em carimbar a testa do juiz com o número 13 como reconhecendo que a pesar dos serviços prestados, à democracia ainda vai prevalecer.
    Agora só resta definir quem é que vai pagar a conta deste experimento midiático judicial a que o Brasil foi exposto, hipocrisias a parte, a CRISE foi engendrada pelo Juiz Moro no intuito de gerar os argumentos para derrubar a Dilma e ponto final …………, detonou a economia brasileira, levou milhares de empresários a banca rota, jogou milhões de brasileiros na rua, provocou um prejuízo TRILIONÁRIO aos cofres públicos só para viabilizar a entrega da Petrobras ao pessoal da FORTUNE.

  3. O juizinho Sérgio Moro fé escola junto com Fernando Francischini… Quando o negócio aperta, saí correndo! Vergonha esconder nomes tão conhecidos dos brasileiros: Richa, Neves, Serra… Cadê reaça, facista e coxinha pedindo #ForaBetoRicha? Indignação seletiva é corrupção moral, pode produção?

  4. Milton Alves escreve (?) donde? Da Venezuela?

  5. Façam suas apostas, estou apostando que esses golpistas, nem serão intimados e nem suas casas serão vasculhadas a procura de provas de onde colocaram o $$$$ do povo.

  6. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk até estes dias a vaza jato era uma investigação seria. Da noite para o dia virou uma operação desqualificada kkkkkkkk

  7. Dilma tem mais sorte que juízo já que é covarde e medrosa, a Globo samba em cima dela e ela sendo dona da concessão, não faz nada!

    • Você deve estar se espelhando em seus próprios defeitos para julgar a Presidenta Dilma. Ela não é covarde nem tampouco medrosa. Sabe por que você pode ficar conversando idiotices aqui?Porque ela lutou pela Democracia, cara!

  8. Eu gostaria de perguntar a Moro, e seus lacaios do MP e PF, porquê o Vaccari (tesoureiro do PT) está preso? E outra pergunta, antagonizando a primeira: Porque os outros 23 tesoureiros dos outros partidos NÃO estão presos? … Ou solta o cara, ou prende os outros 23 tesoureiros. Porque, a coisa tá ficando feia pro seu lado e não justifica suas atitudes, nobre magistrado. Esse lentíssimo.

  9. PELO AMOR DE DEUS GENTE!!! AGORA QUE O LULA SAIU DAS MÃOS DO DEMÔNIO E APARECEU NOMES DOS IMACULADOS DA OPOSIÇÃO NA TAL LISTA DA ODEBRECHET É O MOMENTO IDEAL PARA QUE A MILITÂNCIA E OS MOVIMENTOS SOCIAIS EXIGIREM QUE SE APROFUNDEM AS INVESTIGAÇÕES NA VAZA JATO! PENSEM!!! SERÁ A PÁ DE CAL NOS CANALHAS OPORTUNISTAS. TANTO É QUE SENTIRAM O GOLPE. BASTA VER QUE O PIG JOGARAM A TOALHA EM SEUS EDITORAIS.

  10. a ofensiva midiático golpista da globo/moro, começa patinar. O Governo DILMA reage com o front aberto pelo do Min. da Justiça e do reforço de LULA na articulação política.

  11. caiu a máscara do moro em censurar a lista da odebrecht e não querer a deleção do marcelo odebrecht onde tucanos , ratinhojr, gustavo fruet, ducci etc etc estão envolvidos até o pescoço