Em nota oficial, governo Richa jura que não falta comida para a Polícia Civil

richa_pc_criseA Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná (SESP), em nota, contesta informação publicada pelo Blog do Esmael na última sexta-feira (4) sobre corte de almoço para os investigadores da Polícia Civil (Menos de 24h após anunciar programa de combate à fome, Richa corta almoço de investigadores da Polícia Civil).

“O modelo referido vigia quando os alunos ao realizarem o Curso de Formação não estavam nomeados e nada recebiam”, justifica o governo Beto Richa (PSDB).

O diabo é que o comunicado oficial do dia 3 de setembro último, publicado no site da Escola Superior da Polícia Civil (ESPC), dizia exatamente como registrou o Blog do Esmael, que, além da alimentação, os investigadores devem arcar com os materiais para o curso, que são o uniforme composto por calça preta (tática ou sarja), camiseta branca, calçado preto, calção preto, legging preta e jaqueta ou blusa preta; além de cinto, coldre universal, porta carregador, óculos de proteção, protetor auricular e colete balístico.

Na propaganda milionária de Beto Richa, bancada pelos recursos cortados da merenda escolar e da educação como um todo, “o melhor está por vir” já chegou para a velha mídia — que vendeu sua consciência crítica e a capacidade de discutir um projeto para o Paraná.

Entretanto, o Blog do Esmael é democrático e amante do contraditório. Por isso mesmo, abaixo, publica a íntegra da posição do governo tucano acerca da “crise da marmita” na Polícia Civil.

Nota ao Blog

Em razão da matéria publicada neste blog acerca do Curso de Formação dos investigadores da Polícia Civil, a Direção da ESPC vem a público esclarecer o seguinte:

1.Não houve nenhum contingenciamento de alimentação. O modelo referido vigia quando os alunos ao realizarem o Curso de Formação não estavam nomeados e nada recebiam. Atualmente já estão nomeados e percebem o terceiro maior salário do país, segundo tabela da Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis).

2.O horário das aulas, conforme o próprio blog informou, é das 08:00h as 17:15h, com intervalos para almoço e café de duas horas e quinze minutos.

3.A realização da parte legal do curso em parceria com o sistema do Detran – a metodologia não é videoconferência, é interativa – significa um avanço. Uma quebra de paradigma no ensino acadêmico policial.

4.Quanto ao material de uso obrigatório, faz parte do kit mínimo de cada policial. Nas aulas práticas de armamento e tiro a ESPC disponibilizará óculos e protetores auriculares.

5.A ESPC continua cumprindo sua missão de qualificar e orientar com excelência o policial civil paranaense, para que possa realizar com máxima qualidade a principal missão da Polícia Judiciária no Estado Democrático de Direito: atender e proteger o cidadão.

A Direção.

Secretaria de Estado da Segurança Pública

Comentários encerrados.