Coluna do Ricardo Mac Donald: Curitiba não merece sabotagem

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, lamenta que o Sindicato dos Motoristas e Cobradores (Sindimoc), tenha tentado sabotar o último jogo da Copa decretando greve nos ônibus da capital; segundo o capitão do time do prefeito Gustavo Fruet, como motivo, reivindicações adicionais ao acordo coletivo de trabalho promovido pelo TRT há poucos meses; O que ocorreu pode ser comparado à  situação em que alguém assina um contrato de aluguel anual e dois meses depois exige aumento do valor sob ameaça de despejo!, explica o colunista, que vê ação dos sindicalistas como gangsterismo; dos anos 90 para cá, destaca Mac Donald, houve confusões, cassações, agressões, atentados, apreensões de vultuosas somas pela Justiça, falsificação de notas fiscais e até assassinatos fizeram parte de um cenário conturbado e de fortes disputas pela receita que o Sindicato gerava!; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, lamenta que o Sindicato dos Motoristas e Cobradores (Sindimoc), tenha tentado sabotar o último jogo da Copa decretando greve nos ônibus da capital; segundo o capitão do time do prefeito Gustavo Fruet, como motivo, reivindicações adicionais ao acordo coletivo de trabalho promovido pelo TRT há poucos meses; O que ocorreu pode ser comparado à  situação em que alguém assina um contrato de aluguel anual e dois meses depois exige aumento do valor sob ameaça de despejo!, explica o colunista, que vê ação dos sindicalistas como gangsterismo; dos anos 90 para cá, destaca Mac Donald, houve confusões, cassações, agressões, atentados, apreensões de vultuosas somas pela Justiça, falsificação de notas fiscais e até assassinatos fizeram parte de um cenário conturbado e de fortes disputas pela receita que o Sindicato gerava!; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Mac Donald*

Com a ótima avaliação a respeito da Copa do Mundo, a FIFA deu por cumprida a nossa parte na festa do mundial em Curitiba, que continua viva na Fan Fest da Pedreira.

Para não dizer que tudo deu certo, o único problema foi uma greve mal intencionada movida pelo Sindicato dos Motoristas e Cobradores, que pegou todos os curitibanos de surpresa e causou grandes aborrecimentos.

Aproveitando a última partida da Copa em Curitiba, e sem a mínima preocupação com os prejuízos que causariam, os dirigentes sindicais determinaram a paralização da frota, organizaram piquetes na madrugada e retiraram os cobradores dos ônibus. Apresentavam, como motivo, reivindicações adicionais ao acordo coletivo de trabalho promovido pelo TRT há poucos meses, também no bojo de uma greve desnecessária. Na oportunidade, receberam aumento real nos salários e outros benefícios, como vale-alimentação, por exemplo.

Ora! Os acordos coletivos têm força de sentença e validade de um ano. O que ocorreu pode ser comparado à  situação em que alguém assina um contrato de aluguel anual e dois meses depois exige aumento do valor sob ameaça de despejo.

Então, o que justifica essa greve?

Voltemos um pouco no tempo. Há cerca de 30 anos, existia apenas um Sindicato de rodoviários, presidido por verdadeiros líderes sindicais, que tinham os interesses da categoria como único propósito. Como esse Sindicato não se vergava, um barão do transporte, no início dos anos 90, teve a feliz! ideia de criar o Sindimoc. Para tanto, socorreu-se de um advogado que durante anos recebeu 20% de toda a receita sindical. Posteriormente, esse advogado, que chegou a eleger-se vereador, foi defenestrado por vários problemas judiciais.

Nesse período, confusões, cassações, agressões, atentados, apreensões de vultuosas somas pela Justiça, falsificação de notas fiscais e até assassinatos fizeram parte de um cenário conturbado e de fortes disputas pela receita que o Sindicato gerava. Breve consulta na internet possibilita constatar esses fatos.

O tema promete. Continuaremos na próxima semana.

*Ricardo Mac Donald Ghisi é advogado, secretário Municipal de Governo de Curitiba. Escreve à s sextas no Blog do Esmael.

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Primeiramente creio que o tema abordado hoje pelo Secretário de Negócios forçosamente clama uma posição da vice-prefeita, advogada atuante na área trabalhista voltada ao trabalhador, conhecedora das questões sindicais dos empregados, até para que a população saiba se ela corrobora com a opinião exarada na coluna.
    Ao que me lembro o sindicato deixou bem claro que estaria liberando as catracas justamente para que não se alegasse oportunismo em relação a Copa.
    Se bem entendi a sabotagem de hoje teve relação com uma briga de morte que aconteceu na cozinha na casa do chapéu nos idos de mil novecentos e bolinha…
    Para completar, interessante artigo publicado coincidentemente hoje na gazeta: http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/conteudo.phtml?tl=1&id=1481436&tit=Greve-dos-cobradores:-as-versoes-e-os-fatos

  2. Sr. Secretário:
    Botar a culpa nos outros é mais fácil do que assumir as suas responsabilidades como membro da equipe que governa a cidade de Curitiba (PR). Administrar uma cidade do porte de Curitiba (PR) exige muito trabalho e competência.
    Apenas para lembrar-lhe há mais de 02 meses solicitei uma simples troca de lâmpada do poste da rua que fica em frente de minha casa e até hoje nada. Há adianto-lhe que o meu IPTU já foi pago antecipado, porque se atrasar terei que pagar juros e multa.

  3. Acho que o pessoal da GLOBO não tá muito animado com a sujeira nas colunas do térreo do prédio central da prefeitura, todo manchado, mofado e escorrendo água, pelo menos estavam filmando por lá. Será que o nobre secretário não poderia instruir seus funcionários a dar uma melhorada neste visual? Debaixo do seu nariz.

  4. Impressionante a cara de pau desse pseudo secretário!!! E o relatório final da CPI do Transporte Coletivo de Curitiba que recomenda o cancelamento do contrato vigente e denuncia formação de cartel pelos empresários Gulin e Bertoldi??? Aliás o prefeito Fruta tem o herdeiro Bertoldi entre seus secretários, mantido desde a gestão Ducci. E a bilhetagem eletronica do polemico ICI??? Essas questões o capitão do mato nem toca. CARA DE PAU!!!

  5. PANGARÉ
    ESte pangaré é muito cara de pau mesmo. A prefeitura contratou e PAGOU uma empresa para instalar as proteções de chuva e frio nos tubos, mas a empresa RECEBEU e não efetuou os serviços. Ou seja A PREFEITURA PAGA, NÃO CONFERE e aí vem dizer que o sindicato faz boicote, sabotagem?
    Este cara Mac é um picareta mesmo. E quer ter moral pra vir aqui criticar o justo movimento dos trabalhadores, que passsam frio, sofrem com a chuva, vento, neblina e tudo mais, pagam por roubos pelos quais não tem culpa e lutar contra isto ele chama de SABOTAgem.
    É este tipo de gente que estarão apoiando os eleitore sque oPTarem pela chama 13PT/12PDT

  6. a urbs e a prefeitura de curitiba junto com os empresários tratam com desrespeito os trabalhadores, basta ver as ações da justiça que multou a urbs sobre a a urbs apoiar a cobrança em folha de assaltos dos cobradores além da urbs apoiar a dupla função co motorista que coloca em risco os passageiros e o próprio motorista e outras ilegalidades cometidas contra os trabalhadores como o kit inverno .se a greve não fosse justa o MP não iria acompanhar a situação dos motoristas e cobradores. prefeito mac o transporte coletivo nunca esteve tão rum em curitiba como está na sua gestão.

  7. O melhor secretário de governo deste lado do Atlântico, mais uma vez comprova que é um iluminado. Mostra aos invejosos assessores de candidato a senador dono de pedágio, o porque de ter sido colocado no cargo de general pelo melhor prefeito do mundo.

    Hoje a melhor equipe está com o Gustavo.

    E estes baderneiros destes sindicatos, o Gustavo tem de por todos na cadeia.

  8. Engraçado que esse incompetente não falou uma palavra sequer sobre as empresas não terem deixado os ônibus saírem das garagens na sexta-feira. Falar mal de trabalhadores é fácil agora dos Gulins e Bertoldis o buraco é mais embaixo. Se o Fruet não melhorar não vai se reeleger e um dos culpados é esse primeiro-ministro da prefeitura

    • O Ricardo esta “meio” correto, faltou mostrar o
      outro lado da maçã.
      Por um lado é inegável a sacanagem arquitetada
      pelo Sindimoc usando os cobradores como massa de
      manobra, e sacaneando os usuários: não tem como
      apoiar e muito menos defender isso.
      Se o ACT foi celebrado há 2 meses, e se houve
      cláusulas descumpridas, o caminho para o Sindimoc
      seria a DRT ou o TRT, ao invés disso chantagearam
      a Prefeitura, e usaram a população como refém.
      Isso também não dá pra defender.
      Por outro lado me consta que no dia seguinte, os
      cobradores e motoristas compareceram ao trabalho,
      mas foram impedidos de operar os ônibus pelos
      patrões: isso é “lockout” (greve de patrão)
      Ora Sr. Mac Donald, o descumprimento de cláusulas
      do ACT celebrado, e a greve dos patrões, são
      motivos para denunciar os contratos, e até
      mesmo para a sua anulação.
      Agora sim, com a maçã mostrada por inteiro, eu
      lhe pergunto:
      O que o prefeito Gustavo e o Sr. Farão a
      respeito disso?
      Ficar rotulando mocinhos & bandidos para
      conhecimento do distinto público, não leva a nada.

  9. Ei Ricardinho, teremos bilhete único mensal?

  10. A REFORMA QUE A PREFEITURA ESTA FAZENDO NA CASA DO ESTUDANTE, A CEU, ESTA INDO AOS TRANCOS E BARRACOS.
    FAZ 6 ANOS QUE A OBRA COMEÇOU E NÃO TERMINA.
    A EMPREITEIRA CONTRATADA ESTA FAZENDO UM SERVIÇO DE PÉSSIMA QUALIDADE.
    NINGUEM FISCALIZA.

    SERIA ISSO UMA SABOTAGEM??????