Coluna do Marcelo Araújo: Cérebro! da Prefeitura de Curitiba só comunica com o intestino

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, critica a Urbs e a Setran, órgãos da Prefeitura de Curitiba, pela falta de comunicação entre si; o especialista de multa e trânsito aponta perseguição aos motoristas de ônibus devido à  alta incidência de atropelamentos na Travessa da Lapa ao comentar que a Prefeitura vai licitar a compra de novos radares; Pedestres desatentos, falando ao celular ou nas redes sociais enquanto caminham por vezes

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, critica a Urbs e a Setran, órgãos da Prefeitura de Curitiba, pela falta de comunicação entre si; o especialista de multa e trânsito aponta perseguição aos motoristas de ônibus devido à  alta incidência de atropelamentos na Travessa da Lapa ao comentar que a Prefeitura vai licitar a compra de novos radares; Pedestres desatentos, falando ao celular ou nas redes sociais enquanto caminham por vezes “atropelam” os veículos. Mas nessa corrente de culpados os eleitos para condenação são os motoristas!; colunista afirma que, se a gestão de Gustavo Fruet fosse um corpo humano, o “cérebro! enviaria mensagem direta ao intestino, que retribui com belos resultados!; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo*

Na semana passada, a Prefeitura de Curitiba anunciou que nos próximos dias estará fiscalizando a velocidade desenvolvida pelos coletivos na Travessa Lapa devido à  alta incidência de atropelamentos, vislumbrando ainda licitação para aquisição de novos radares para essa finalidade. Estaria também sendo desenvolvido um trabalho educativo com os motoristas. Simples assim!

A corrente estoura no elo mais frágil, pois a URBS exige o cumprimento dos horários, sob pena de multar as empresas. As empresas sob pressão para cumprimento dos horários pressiona os motoristas. Os passageiros impacientes exigem rapidez dos motoristas.

As vias exclusivas são ocupadas por invasores, o que faz a velocidade média cair e, onde é possível, tem que tirar o atraso.

Pedestres desatentos, falando ao celular ou nas redes sociais enquanto caminham por vezes “atropelam” os veículos. Frear ou fazer uma manobra evasiva com um veículos de mais de 10t e dezenas de passageiros não é das tarefas mais fáceis. Mas nessa corrente de culpados os eleitos para condenação são os motoristas.

A URBS é a responsável pela gestão do transporte coletivo e teria a sua disposição o SIM (Sistema Integrado de Mobilidade). Ainda que essa ferramenta não existisse é perfeitamente possível controlar a velocidade de TODOS os coletivos em TODAS as vias através do registrador inalterável de velocidade e tempo (TACà“GRAFO), o qual não se presta a gerar multas por excesso de velocidade, mas permite identificar o problema e analisar o comportamento como um todo (e não apenas onde os ônibus de forma previsível vão diminuir a velocidade devido ao radar).

Nos acidentes que já ocorreram o dito aparelho também registrou a última velocidade desenvolvida, sendo inclusive parte do trabalho de perícia do instituto de criminalística para tais casos.

O que se encontra nas entrelinhas é que com essa atitude a SETRAN, literalmente, acusa a URBS de incompetência para cuidar de suas obrigações. Faz parecer que os órgãos da Prefeitura não se comunicam e não se entendem, ou se o fazem é com soluções simplistas para problemas sérios.

Se comparássemos nossa Prefeitura a um corpo humano, no qual o chefe do Executivo é o cérebro, poderíamos dizer que os órgãos internos não estão funcionando de forma integrada, e as mensagens estão indo e vindo de forma viciada.

O problema é que o cérebro está passando mensagens para vários órgãos desse corpo, mas parece que todas chegam a apenas um, o intestino, o qual tem apresentado belos resultados em nome dos demais.

De multa eu entendo!

*Marcelo Araújo é advogado, presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR. Escreve nas segundas-feiras para o Blog do Esmael.

32 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Aderbal, lembra da cena de campanha do Anãozinho ironizando a ciclofaixa da Marechal, muito estreita. Pois na semana passada eu ia para o aeroporto e resolvi deitar na ciclofaixa da Torres. Qual a surpresa ao ver que a largura era praticamente do meu ombro?! Cadê o anãozinho?

    Mr. TI, se você se diverte não imagina o quanto eu me divirto. Depois que comecei a escrever no blog e responder meu humor melhorou muito e meu repertório de respostas então…Sabe que às vezes colocam a bola tão boa pra chutar que temo que algum leitor pense que eu mesmo plantei o comentário só pra responder.

    Renato, a pessoa do Gustavo tem esses e outros adjetivos maravilhosos. Foi meu contemporâneo na UFPR, logo que me formei e a internet não era tão difundida ele me passava os projetos de Lei que estavam em tramitação para eu estudar. Eu gosto muito do Gustavo e já fui seu eleitor. Ocorre que na campanha, quando a mentira do ‘Rato de Esgoto’ sobre minha pontuação tomou dimensões, o Gustavo acusou o ex-Prefeito de ‘OMISSO’ em ter escolhido a mim como Secretário. O cara pra falar alguma coisa de mim tem que ser muito, mas muito bom! Na condição de professor eu me vejo na obrigação de ensinar a ele o significado da palavra ‘OMISSO’, e não estou encontrando melhor exemplo do que ele mesmo, e na matéria que ele mesmo se reportou. E contrariamente ao que muitos pensam isso não é vingança, só estou cobrando a conta. Se alguém bate no teu carro, você não foi culpado, e você cobra a conta não é por vingança, é só pra zerar a conta, e digo que a conta ainda está alta…

  2. Marcelo, não entendo o porquê dessa sua perseguição ao Fruet. Ele é um cara bacana, competente, humilde e gente fina.
    Seu único vacilo foi a coligação com o PT, mas pelo menos tem conseguido afastar mensaleiros do jarro e blindar os cofres públicos municipais.
    Porem eu, como eleitor do Fruet, ficarei muito zangado se ele entrar de cabeça na campanha da Gleisi. E posso garantir que não sou o único. É só pesquisar entre os que votaram nele para prefeito e verão que os simpatizantes do Beto ganhar longe.

  3. Marcelo,
    Continuando com as metáforas relacionadas ao corpo humano, você “pega bem na veia” com seus artigos!
    Eu me divirto, inclusive com os comentários e respostas.

    Mr. TI

  4. Marcelo, boa pegunta !
    cadê o anão agora gritando “vc esta pronto!”
    sem contar que a via de bicicleta não tem fiscalização. e o senhor prefeito só usou sua bicicleta no dia da posse e com as ruas fechadas pela GM.

  5. Luciano, quanto a quem deu a falsa noticia, o bagaço de laranja, o roedor de receptor de dejetos, qual credibilidade de alguém que foi anistiado e foi devolvido ao serviço publico, a pedido, e depois queria ficar afastado para permanecer na iniciativa privada e levou bomba no judiciário?

  6. Luciano, na medida do possível não deixo de dar atenção a quem se dispõe a dedicar seu tempo para comentar, independente de concordar ou não com minha opinião. Há tantos assuntos que eu gostaria de abordar…
    Aderbal, em outra oportunidade falei que a ‘via calma’ deveria ser aquela que a pessoa entre estressada e sai relaxada. Mas falando sério, indo ao aeroporto na semana passada eu parei para registrar a largura da ciclovia da Av. das Torres. Lembram o quanto o anãozinho criticou a largura das que foram implantadas pelo Ducci? Ele deitava no chão feito uma lagartixa mas cabia no ‘tapete vermelho’. Agora ele ficaria com as perninhas e o pescocinho pra fora…Cadê o anãozinho? Ficou ceguinho agora?

  7. Que tal uma pauta sobre a “nova” ciclovia na 7 de setembro, qu de via calma não tem nada…..

  8. Luciano, agora achei legal tua postura. Para defender suspensão de carteira eu que recusaria defender voce ou qualquer pessoa pois integro a JARI do DETRAN, portanto eu JULGO recursos. Nem ia voltar no assunto batido e rebatido, mas eu nao perdi a carteira, a entreguei espontaneamente desistindo de um recurso que teria motivo para acreditar que teria sucesso por haver multas Renainf. Outros dois recursos eu havia tido sucesso porque foram da época que o DETRAN passou a contar a pontuação vencida de forma retroativa, no tempo do Pancotti, e por irregularidade no processo que em 5 anos nao havia implantado a defesa previa na suspensão. Tudo esta devidamente encadernado e vale como estudo. Esta convidado a ver. Quanto a informação distorcida que foi distorcida pelo Celso Nascimento, eu estive com ele logo que soltou a noticia e combinamos de outro encontro após as eleições (para nao se alegar q o problema era o cargo) que eu mostraria a ele a impropriedade da publicação. Bem, ele mostrou sua personalidade covarde a fugir da conversa como um rato de esgoto, pude entender que e um herói de ocasião que nao se preocupa a ser fiel a verdade, e sim manipulação, um fantoche que quando deixar de ser interessante bagaço de laranja será mais útil , ate como adubo. 15 de julho fará dois anos, quem sabe eu preparo um especial sobre o assunto. Quanto as soluções dos problemas muitas existem e são boas, mas a Prefeitura prefere as piores…

    • Obrigado por responder Marcelo, e da uma pensada em colocar na suas colunas esses dois assuntos que citei linha verde e ligação com a região Sul.

  9. Mara, se respondo aos que atacam como poderia deixar de ficar lisonjeado com seu comentário. E adiantaria responder brigando? Quem quiser brigar comigo vai brigar com a parede.

  10. pura inveja.. sabe nada

  11. Luciano, não sei se você prestou atenção no texto, mas sinalizei pelo menos dois caminhos de solução, um utilizando o SIM e outro com o tacógrafo, além de ajustar os interesses e necessidades de rapidez e segurança do sistema. Quanto aos pontos na carteira concordo que não recomendaria me contratar como MOTORISTA, apesar de ter renovado minha carteira na semana passada e até 2019. Se precisar de mim como ADVOGADO estou a disposição.

    ‘1’, seja por amor, seja por rancor minha opinião é essa, e quanto às soluções me reporto ao que falei ao Luciano, acima.

    Geraldin, ah, deixa pra lá, leia novamente o texto…

    Antonio, tem certeza que sabe o significado da palavra ‘retórica’, pois acho que sem querer você me elogiou, ou é sua real vontade que foi traída pelo subconsciente. Não deixa de acompanhar o Blog por minha causa, tem bastante coisa boa. Faz o seguinte, no dia da minha coluna você só vê postagens depois das 10hs da manhã. O que acha?

    • Marcelo adoreiiiii a resposta.Inteligentissima.Vc é o máximo!

    • Mas Marcelo você não respondeu como conseguiu perder tantos pontos? Não contrataria você como advogado para recorrer de pontos na carteira, visto que você perdeu a sua kkkkkk… Mas não leve para o lado pessoal, minhas criticas são construtivas e gostaria muito de ver uma opinião sua sobre dois temas, o primeiro Linha Verde o porque foi feito um projeto sem trincheiras? E o segundo uma maneira para desafogar o transito na região do Aguá verde sentido região SUL, aquilo para tudo em horários de pico até o Sitio Cercado!
      A questão é que no centro na travessa da Lapa não tem como expulsar os “invasores”, são regiões de moradores e os caras precisam transitar ali para entrar em suas casas. Uma solução seria os famosos sinaleiros inteligentes dando prioridades para os ônibus! Obrigado pela educação na resposta acho que nossa ideia como leitor do blog é cornetear um pouco, mas também expor nossa opinião sobre alguns temas!

      • A matéria é sobre recurso de multa??????

        Os “invasores” citados é sobre toda a canaleta.
        Veja o exemplo do Siate e Bombeiros, o serviço prestado por eles é fantástico, mas eles não usam a canaleta a toa (canaleta=expresso biarticulado).

    • Sim, sei, discurso brilhante de forma mas pobre de idéias, fala empolada. Mas acho que posso retirar esse, e deixar os outros “elogios”.

    • Você deveria explicar porque quando secretário não cancelou as multas por velocidade que foram emitidas irregularmente na Linha Verde e o MP questionou. Que tal?

  12. Acho estranho o comentário do Marcelo Araújo, é muito fácil jogar pedra no telhado alheio. Para quem não sabe há tempos atrás este senhor foi Secretário da Setran e nada fez para melhorar ou colocar as suas teorias em práticas. Acho que ele deve ser um excelente doutrinador e professor, não irei questionar isto, mas existe uma diferença muito grande entre os livros e a realidade. Também não estou dizendo que a Prefeitura, Urbs e Setran estão corretas em todas as ações.

  13. Essa coluna é a mais inútil do blog, retórica, rancorosa, sem proposta, destrutiva, invejosa. Abro cada vez menos esse blog, por abrigar este tipo de colunista (?), panfletário e arrogante.

  14. – 60 km por hora no centro, e a culpa é do pedestre !

    • 60 km/h aonde? Dentro de qual ônibus? você anda de ônibus? Um biarticulado mal consegue chegar a 50 e de maneira alguma passa de 55 km/h.
      Se o biarticulado, que o único transporte que ainda funciona ficar ainda mais lento, melhor ficar em casa.

  15. Quanto rancor! V.Sa. podia aproveitar o espaço para apresentar soluções para todos os problemas apontados.

  16. Seria interessante Marcelo, você mostrar o problema e sinalizar uma solução ao mesmo. Até hoje não vi uma explicação sua sobre ter tantos pontos perdidos na carteira, isso mostra que era um motorista não respeitador da lei e agora quer vim falar de LEI? É estranho não acha…

    • A questão aqui não é como o cara conduziu seu veículo e sim a barbárie do prefeito tartaruga que tá fod… o trânsito cada vez mais, não satisfeito agora vai estragar o único transporte que funcionava, os biarticulados.

  17. Todo pedestre sabe que ali passa ônibus, é só tomar cuidado!

    Daqui a pouco o prefeito multará os maquinistas dos trens também!

  18. Quem tem a maior parte da responsabilidade é o motorista, seja de auto ou de coletivo.
    Quem ainda não observou um biarticulado desses passando a 60 km por hora no cruzamento da 7 de setembro com a Marechal. Devemos também considerar que este cruzamento citado está entre um Shopping e uma Escola.

    • Por esta razão Anta é que são colocados “gradis” isolando a canaleta, só que o pedestre brasileiro é vagabundo e quer atravessar a rua em qualquer lugar e mesmo em locais semaforizados não quer esperar pelo seu “tempo”.
      Um Biarticulando não passa de 55km, existem vários dispositivos que limitam a velocidade do veículo.

  19. o gregório na urbs está pior quando o isfer estava lá e olha que o marcos isfer era ruim , os mesmo que sempre mandaram e desmandaram na urbs continuam lá como o fila que levou uma torta na cara na maior folga. a urbs é responsável pelos terminais mas terceirizou e deixou os terminais um lixo e quando ocorre um acidente a urbs é solidária com as emrpesas mas não assumem as despesas e jogam a culpa sempre na vítima.