Em nota, governo do Paraná desmente Gazeta do Povo e jura que nunca espionou ninguém

Governo Beto Richa, por meio de nota assinada pela Celepar, nesta segunda (3), jurou que não há monitoramento de e-mails dos servidores públicos do Paraná; "Até a presente data não há registro oficial de qualquer reclamação de invasão de caixas postais por usuários do Expresso", desconversa a empresa que controla o datacenter (veja a foto) que guarda os dados do "Expresso Livre Mail"; neste domingo (2), o jornal Gazeta do Povo denunciou monitoramento de mensagens eletrônicas de policiais civis e militares, agentes do Gaeco e da receita estadual.

Governo Beto Richa, por meio de nota assinada pela Celepar, nesta segunda (3), jurou que não há monitoramento de e-mails dos servidores públicos do Paraná; “Até a presente data não há registro oficial de qualquer reclamação de invasão de caixas postais por usuários do Expresso”, desconversa a empresa que controla o datacenter (veja a foto) que guarda os dados do “Expresso Livre Mail”; neste domingo (2), o jornal Gazeta do Povo denunciou monitoramento de mensagens eletrônicas de policiais civis e militares, agentes do Gaeco e da receita estadual.

O governo Beto Richa (PSDB) publicou uma nota de esclarecimento, nesta segunda-feira (3), esclarecendo que ” Não houve qualquer invasão de caixas postais de contas de e-mail”, conforme denúncia publicado na edição de ontem (2) no jornal Gazeta do Povo — e repercutida aqui neste espaço (clique aqui para relembrar).

Na reportagem de ontem, o jornal afirma que contas de e-mail Expresso Livre Mail!, controlada pela Companhia de Tecnologia da Informação do Paraná (Celepar), estão sendo monitorada há muito tempo. Agentes do Gaeco (Grupo de Combate ao Crime Organizado), da receita estadual e policiais civis e militares teriam sido vítimas da espionagem.

“Até a presente data não há registro oficial de qualquer reclamação de invasão de caixas postais por usuários do Expresso”, diz um trecho da nota.

A seguir, leia a íntegra do desmentido do governo do Paraná:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A CELEPAR, tendo em vista informações veiculadas pela imprensa e em respeito ao Governo do Estado e à  sociedade paranaense, para os quais presta relevantes serviços há 49 anos, esclarece:

1. Não houve qualquer invasão de caixas postais de contas de e-mail utilizando-se da conta Administrador Expresso SESP!. O fato está comprovado por análise técnica de registros históricos de acesso à s contas, realizada no dia 2/2/2014, por técnicos da CELEPAR, acompanhados por representantes da área de Segurança Pública do Estado;

2. Até a presente data não há registro oficial de qualquer reclamação de invasão de caixas postais por usuários do Expresso;

3. Não existe Usuário Secreto!. A conta de e-mail mencionada pela imprensa é de Administração do Sistema de e-mails Expresso e está em uso desde 2004. Sua finalidade é de gestão do serviço;

4. A habilitação da funcionalidade de compartilhamento das contas da SESP com o usuário Administrador Expresso SESP! ocorreu numa operação de manutenção do sistema, em junho de 2013. A situação era visível aos usuários, podendo ser eliminada individualmente a qualquer momento pelo detentor da conta e não gerou qualquer invasão à s caixas postais, comprovado pelos relatórios técnicos;

5. A CELEPAR está à  disposição de todos os órgãos usuários do Expresso para prestar quaisquer esclarecimentos a respeito da questão.

Curitiba, 03 de fevereiro de 2014

Celepar – Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná

Comentários encerrados.