2 de fevereiro de 2015
por Esmael Morais
21 Comentários

‘CarnaVibe’ acaba em pancadaria e prisão do diretor FCC. Prefeitura publica nota questionando ação da PM

vibe.jpgA Fundação Cultural de Curitiba (FCC) realizou na tarde do domingo (1!°), na Avenida Mal. Deodoro da Fonseca, a “CarnaVibe”, uma variante do pré-carnaval movida à  música eletrônica.

A festa superou as expectativas e reuniu cerca de 40 mil pessoas. Até aí tudo ótimo, não fosse a confusão acorrida ao fim do evento com pancadaria, vandalismo, truculência policial e até a prisão do diretor da FCC, Marcos Cordiolli.

Durante a confusão, Cordiolli teria usado o microfone de um carro de som e tentado orientar os policiais, que interpretaram sua fala como desacato e o prenderam.

Nas redes sociais, a ação da PM também vem recebendo muitas críticas em que a truculência está sendo atribuída ao novo secretário de segurança pública do governo do estado Fernando Francischini, o Batman!. Os internautas afirmam que o novo secretário não vê diferença entre criminosos e jovens se divertindo e manda descer a borduna por igual.

Confira abaixo o texto publicado no perfil social da Prefeitura e veja que as diferenças entre a ‘Prefs’ e o governo Beto Richa já vão além do subsídio para o transporte público: Leia mais