2 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
22 Comentários

Richa perde recursos por que “cochila” no governo, diz Gleisi

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, nesta segunda (2), mandou avisar que o governo de Beto Richa (PSDB) “cochilou” e não se inscreveu em dois editais abertos para o Cadastro Ambiental Rural (CAR) destinado aos produtores agrícolas.

Neste final de semana, Gleisi e a colega do Ministério do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em Marechal Cândido Rondon, região Oeste do Paraná, desmentiram a versão de que outros estados — como Pará e Tocantins — foram privilegiados com mais recursos do CAR.

De acordo com a versão da tropa de choque de Gleisi, não houve privilégio a nenhum estado. Segundo os petistas, ocorreu novo “cochilo” de Richa que deixou de cadastrar o governo do estado em dois editais abertos no programa.

Acerca do CAR

Implantado juntamente com o novo Código Florestal Brasileiro, aprovado em 2012, o CAR constitui uma base de dados que integra informações ambientais das propriedades rurais, entre elas, a situação das àreas de Preservação Permanente (APPs) e Reserva Legal, remanescentes de floresta nativa, àreas de Uso Restrito e áreas produtivas.

No Paraná
O Paraná é o 11!º Estado a implantar o cadastro, que se constitui na principal estratégia para controle e combate ao desmatamento. Após registradas, as informações passam a integrar o Sistema do Cadastro Ambiental Rural (Sicar), disponível no site www.car.gov.br.

Os produtores que fizerem o CAR têm como benefícios diretos a segurança jurídica, acesso a crédito e apoio à  regularização ambiental. O cadastro é um registro eletrônico que fica disponível para os órgãos ambientais de cada Estado.

No Paraná, de acordo com informações do governo do Estado, são 532 mil imóveis rurais, sendo 93% do total formado por pequenos agricultores; no Brasil, são Leia mais