PDT e PSDB disputam! o passe de Alvaro Dias no Paraná

Bombeiros palacianos buscam a reaproximação entre Alvaro e Richa.
O futuro político do senador Alvaro Dias, líder do PSDB no Senado, vem gerando uma disputa interessante no Paraná.

Após o segundo turno das eleições, o senador tucano abriu fogo contra o governador e correligionário Beto Richa. Houve resposta. O deputado estadual Valdir Rossoni, presidente do PSDB no estado e presidente da Assembleia Legislativa, colocou-se como candidato ao Senado em 2014, fato esse retiraria a vaga para a reeleição de Alvaro.

Especulou-se, então, nas terras das araucárias, que Alvaro Dias poderia ser agasalhado no PDT, presidido pelo ex-senador Osmar Dias, ou no PMDB do senador Roberto Requião. Os dois partidos fazem parte da base de sustentação da presidente Dilma Rousseff, que o tucano tanto azucrina.

Requião refutou essa possibilidade. O presidente em exercício do PDT, Haroldo Ferreira, também desconvidou! Alvaro em público.

Pois bem, ontem à  noite, durante reunião da executiva estadual pedetista, tudo mudou. Dirigentes do partido criticaram o veto ao líder do PSDB no Senado e decidiram escancarar a porteira para Alvaro.

Ato contínuo, Rossoni, que chegou lançar-se ao Senado pelo PSDB, ficou mudo. A turma do “deixa disso” do Palácio Iguaçu saiu a campo para aparar as rusgas entre os tucanos. Articula-se, inclusive, um encontro entre Alvaro e o governador Beto Richa. A proposta, agora, é segurar o tucano no ninho dando-lhe garantias para a reeleição e y otras cositas más!.

Veja também  Sergio Moro anuncia turnê de lançamento em dezembro. Agora vai?

Comments are closed.