O espetáculo não pode parar: CPI da Pandemia ao vivo; acompanhe

O espetáculo não pode parar: CPI da Pandemia ao vivo; acompanhe

“Olha o público cansado de esperar/ O espetáculo não pode parar”, diz trecho da canção “Piruetas”, de Chico Buarque e Os Trapalhões.

O espetáculo não pode parar. Por isso acompanhe ao vivo a CPI da Pandemia no Senado.

Nesta quarta-feira (11/08), a comissão de investigação ouve o depoimento de Jailton Batista. Ele seria responsável pelas rotinas diárias de uma das maiores produtoras de ivermectina do país.

Leia também
Estudantes vão às ruas neste 11 de agosto contra o presidente Jair Bolsonaro; confira os locais dos atos

Voto impresso foi rejeitado, mas isso não faz a Câmara melhor que Bolsonaro

Senado revoga Lei de Segurança Nacional, entulho da ditadura militar, em dia de desfile com blindados

Sorria, você foi enganado pela Câmara dos Deputados. Enquanto sua atenção se voltava para o voto impresso e o fumacê dos tanques blindados de Bolsonaro, em Brasília, os parlamentares votavam uma nova minirreforma trabalhista que arranca mais direitos e precariza mais a mão de obra no País.
Sorria, você foi enganado pela Câmara dos Deputados. Enquanto sua atenção se voltava para o voto impresso e o fumacê dos tanques blindados de Bolsonaro, em Brasília, os parlamentares votavam uma nova minirreforma trabalhista que arranca mais direitos e precariza mais a mão de obra no País.

O laboratório em questão divulgou nota no início deste ano dizendo que o medicamento passou a ser uma das alternativas contra a Covid-19, depois de estudo australiano.

Ao vivo, acompanhe a reunião com o depoimento do diretor-executivo da farmacêutica Vitamedic, Jailton Batista. Ele deve falar sobre as vendas de um conjunto de medicamentos sem eficácia comprovada contra o coronavírus, chamado “kit covid”.

‘Por que espetáculo?’, você de estar se perguntando. Aguarde até a votação em plenário do próximo projeto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de interesse da banca financeira, contra os trabalhadores, que obterá a inconfundível resposta.

CPI da Covid ao vivo