O Globo estampa a agonia da economia brasileira

Globo reconhece que Bolsonaro é uma tragédia para a economia; confira

Google News

Foram precisos quatro anos para que o jornal carioca O Globo reconhecesse que o presidente Jair Bolsonaro – e seu comparsa Paulo Guedes – foram uma tragédia para a economia do País.

O adjetivo “comparsa” é por conta do Blog do Esmael, que vê um crime continuado da dupla contra o povo brasileiro em todas as esferas do governo.

O Globo cravou em sua capa desta segunda-feira (09/05) que “Bolsonaro será 1º presidente desde o Plano Real a terminar mandato com salário mínimo valendo menos”.

A título de comparação, o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) calcula que o salário mínimo no mês de abril deveria valer R$ 6.754,33, ou 5,57 vezes o mínimo de R$ 1.212,00 de Bolsonaro.

Lula vai ao supermercado e se assusta com os preços; confira

– Nenhum governante neste período, seja no primeiro ou segundo mandato, entregou um mínimo que tivesse perdido poder de compra – escreve o jornalão carioca.

Tirando os cálculos “frios” do Globo sobre perdas inflacionárias, o conceito da matéria está corretíssimo: o governo Bolsonaro age fora da lei ao estabelecer salário mínimo que não protege de perdas do poder de compra com a recomposição da inflação, como manda a Constituição.

A reportagem atribui ao ajuste fiscal e volta da inflação como fatores principais para a desvalorização do salário mínimo. Mas não é só isso. As reformas trabalhista e previdenciária foram fundamentais para a precarização da mão de obra e aviltamento do mínimo.

Não há como recuperar o valor do salário mínimo, dentro da margem da dignidade, sob o atual governo Bolsonaro. Por isso a necessidade premente de mudá-lo, revogá-lo, substituí-lo por outro sob pena de piora das condições dos trabalhadores e da economia nacional.

Veja também  URGENTE: Governo Bolsonaro não tem maioria na CPI da Covid no Senado