Finlândia pede para entrar na OTAN, mas Turquia pode barrar país nórdico

► Turquia pode barrar a entrada da Finlândia e da Suécia na aliança militar do Ocidente

O presidente da Finlândia, Sauli Niinistö, afirma que o se candidatará à adesão à OTAN a despeito das advertências da Rússia.

O presidente russo Vladimir Putin recorre à história na tentativa de dissuadir o país nórdico a ingressar na aliança militar ocidental.

Segundo Putin, a Finlândia lutou ao lado da Alemanha nazista e que o país vizinho foi poupado pela antiga União Soviética em troca da neutralidade militar.

Putin acredita que os finlandeses têm essa dívida com os russos, que fora acordada em 1945, há 77 anos, no fim da Segunda Guerra Mundial.

Com a Finlândia anunciando sua intenção de se candidatar à OTAN, o partido no poder da Suécia espera fazer o mesmo.

No entanto, as preocupações da Turquia podem representar um obstáculo, pois qualquer decisão sobre o alargamento da OTAN requer a aprovação unânime de todos os 30 estados membros.

Veja também  PSOL vai à Justiça contra decreto do ministro do Meio Ambiente que esvaziou o Conama