Guinada de Lula ao centro dá xeque-mate em Bolsonaro, que fica no gueto

► Guinada do petista para o centro encalha Bolsonaro no gueto da direita

O presidente Jair Bolsonaro já começou sentir o cheiro de enxofre no ar, após Lula lhe dar um xeque-mate.

A escolha de Geraldo Alckmin para sua vice puxou Lula para o centro, ampliando o espectro do eleitorado tradicional do PT.

Essa jogada eleitoral já pode ser sentida na última pesquisa Ipespe XP, que vê possibilidade de vitória do ex-presidente já no primeiro turno.

De acordo com o levantamento, 66% dos eleitores de Bolsonaro se dizem de direita. Isso significa que o capitão está confinado no gueto tal qual o gado a espera do abate.

Lula, ao contrário, ampliou com Alckmin. Apenas 45% dos eleitores do ex-presidente se dizem de esquerda.

Nessa pesquisa do Ipespe, 65% identificam Lula como sendo de esquerda enquanto 63% apontam Bolsonaro como de direita.

Essa guinada de Lula para o centro se reflete na ampliação da votação no segundo turno, segundo a pesquisa.

Lula salta de 44% no primeiro turno para 54% na simulação do segundo, enquanto Bolsonaro tem ganhos dentro da margem de erro e sai de 32% para 35%.

A pesquisa Ipespe/XP entrevistou por telefone com 1.000 eleitores, de 16 anos ou mais, entre os dias 9 e 11 de maio. O nível de confiança é de 95,5%. A margem de erro é de 3,2 pontos para mais ou para menos. A sondagem foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-02603/2022.

Veja também  Supremo suspende alíquota zero para importação de revólveres e pistolas