Requião vai hoje a trabalhadores denunciar fraude nos pedágios do Paraná

Requião denuncia fraude nos pedágios do Paraná

Roberto Requião, pré-candidato ao governo do Paraná, tem alertado trabalhadores de diversas categorias para denunciar o que ele considera fraude nos pedágios nas rodovias do estado. Para isso, ele participará de um evento na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba no próximo DIA 6 DE NOVEMBRO (post atualizado às 8h40).

Segundo o pré-candidato, o esquema [já manjado] foi copiado da época do então governador Jaime Lerner, que, desgastado com as tarifas caras, baixou o preço em 50% durante a campanha, mas, depois da reeleição, dobrou o valor e os usuários de rodovias ainda pagaram pelo período descontado.

Agora, de acordo com Requião, as cancelas das 27 praças de pedágio serão abertas e os veículos nada pagarão até a eleição de 2022. O governo Ratinho Junior (PSD) alegará que não teve tempo para realizar leilão, no entanto, após a eleição os preços serão aumentados, os valores “de graça” serão cobrados, e 15 novas praças de pedágios serão instaladas nas rodovias do Paraná.

O calvário dos paranaenses com o pedágio já dura 24 anos no Paraná e a intenção do governo do estado é alongar o “roubágio” por mais 30 anos com requintes adicionais de maldades.

Roberto Requião tem como projeto a encampação no pedágio, ou seja, o Governo do Paraná assume as praças de pedágio e institui uma tarifa módica, em média de dois reais, somente para manutenção das rodovias que cortam o estado.

Crítica ao modelo econômico do governo Bolsonaro

Na reunião com trabalhadores, Requião também vai reserva arsenal contra o governo do presidente Jair Bolsonaro, aliado de Ratinho Junior no Paraná.

O pré-candidato, que ainda não se filiou a partido, deve abrir fogo no ministro da Economia, Paulo Guedes, que terá de explicar a posse de uma offshore no exterior. O titular da economia brasileira especulou na pandemia e com a variação do dólar em sua conta mantida em paraíso fiscal, segundo o Pandora Papers, que revelou offshore com US$ 9,55 milhões no Caribe.

“Me avisem quando estiverem prendendo o Guedes! Quero ver ao vivo a cobertura na Globo!”, disse o pré-candidato ao governo do Paraná, um crítico contumaz ao modelo neoliberal.

“Caravana Requião Me Chama Que Eu Vou” chega no Norte do Paraná, quinta, 7/10

Para driblar a censura da mídia, Requião colocou o pé na estrada e realiza a “Caravana Requião Me Chama Que Eu Vou”. A próxima etapa será na quinta-feira, dia 7, em Jacarezinho. O encontro reunirá lideranças políticas de 32 municípios do Norte e Norte Pioneiro, às 19h30, no CAT – Conjunto Amadores de Teatro.

Na primeira região visita, Sudoeste, Requião também reuniu representantes de 32 municípios, lideranças de 9 partidos e dezenas de organizações. Cerca de 500 pessoas estiveram na agenda “Requião Me Chama Que Eu Vou” no município de Francisco Beltrão no dia 23 de setembro.

Leia também

Cúpula do MDB chama Requião para jantar com Lula em Brasília

Guto Silva é a “arma secreta” de Ratinho Junior para apear Alvaro Dias do Senado

Requião e Lula iniciam espetacular virada em pesquisas no Paraná