Covid "derruba" ministros de Bolsonaro

Covid “derruba” ministros de Bolsonaro

O negacionismo de Jair Bolsonaro e do governo faz vítimas no círculo íntimo do Palácio do Planalto. A doença “derrubou” ao menos três membros da comitiva da ONU, que foram a Nova York, e dois ministros que não viajaram aos Estados Unidos.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o Zero Três, testou positivo para covid, além o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e um diplomata que integrava a comitiva do presidente Jair Bolsonaro.

“Eduardo Bolsonaro está com COVID. Quando peguei a doença ano passado, Eduardo fez um tuíte asqueroso me comparando a um porco. Eu jamais o compararia a nenhum animal, pois nenhum ser é tão abjeto quanto ele. Desejo pronta recuperação e que viva muito para pagar pelos seus crimes”, escreveu no Twitter a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

Queiroga ficou de “molho” em um hotel de luxo nos Estados Unidos, onde cumpre quarentena sanitária.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o advogado-geral da União, Bruno Bianco, também confirmaram na sexta (24/09) que estão com Covid-19. Mas, diferente de Eduardo Bolsonaro, os dois não viajaram para a Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque.

O presidente Jair Bolsonaro está em quarentena de cinco dias no Palácio da Alvorada, imposta pela Anvisa. Na semana que vem ele promete voltar às ruas. Na sexta, 1º de outubro, por exemplo, ele cumprirá agenda em Maringá, Noroeste do Paraná, onde inaugurará a ampliação do aeroporto regional.

Recomenda-se usar máscara e álcool gel para chegar perto do presidente.

Leia também

URGENTE: Lula vai a Brasília segunda-feira pelo impeachment de Bolsonaro

Banho frio, luz de vela, fogão a lenha, subir escadas; Bolsonaro dá marcha à ré de 100 anos na história

Gás de cozinha subiu 73% e gasolina 57% no governo Bolsonaro contra inflação 15% e aumento zero nos salários