Gleisi Hoffmann na passeata pelo Fora Bolsonaro

Gleisi Hoffmann, a fiscal dos preços, denuncia carestia provoca pelo governo Bolsonaro

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), fez da carestia provocada pelo governo neoliberal de Jair Bolsonaro uma denúncia pública. Nas mobilizações pelo Fora Bolsonaro, no sábado (24/7), o #24J, a dirigente petista denunciou a volta da fome e a escalada dos preços dos alimentos, que põe em risco a segurança alimentar de milhões de brasileiros.

A fome, ou mais propriamente carestia, é uma crise social e econômica acompanhada de má nutrição em massa, epidemias e aumento na mortalidade no País.

Além da comida mais cara, Gleisi ainda denunciou o preço abusivo nos combustíveis, que atingem preços mais altos no ano e gasolina passa de R$6,00 o litro. “Com Dilma, o pessoal [da oposição] reclamava de gasolina a R$2.80”, comparou.

Leia também

“Diesel também subiu e caminhoneiros começam protestos. Trocar presidente da Petrobras e esbravejar não adiantou. Tem de mexer na política de preços da empresa”, ensina a presidenta do PT, que tem levado essas demandas às ruas nos protestos pelo impeachment de Bolsonaro.

“Em 2 meses 4 grandes manifestações por todo Brasil e exterior aconteceram contra Bolsonaro e seu governo. A luta é isso, resistência, persistência e acúmulo de força. Nossa missão é indignar o Brasil contra o ódio, mentira e destruição. E esperançar o povo para vencer as injustiças”, disse.

Abaixo, assista ao vídeo de Gleisi sobre a carestia: