mascote copa america brasil 2021

E a Copa América, hein?

Segundo o Ministério da Saúde, a Copa América 2021 no Brasil já contabiliza 52 pessoas infectadas com o covid-19.

O número foi confirmado pelo Ministério da Saúde em nota enviada pouco depois das 12h desta terça-feira (15/6).

Houve um aumento de 26,8% em menos de 24 horas, de acordo com as autoridades sanitárias. A lista tinha 41 casos noite dessa segunda-feira (14/6).

Na atualização divulgada agora, são 33 casos entre jogadores e membros de delegações em geral contra os 31 que estavam contabilizados ontem.

Já em relação aos prestadores de serviço, o número passou de 11 para 19, sendo que agora o Rio de Janeiro faz companhia a Brasília em relação às cidades que tiveram pessoas positivadas.

O Ministério da Saúde afirma que foram feitos 3.045 testes de RT-PCR, mas não especifica quantas pessoas foram testadas, já que o mesmo indivíduo pode ter passado pelo exame mais de uma vez neste período.

Leia também

A taxa de testes positivos passou de 1,4% para 1,7%. Por fim, o Governo Federal garnte que “os resultados do sequenciamento genético para análise de variantes serão concluídos em até 14 dias, prazo necessário para realização da análise”.

O Ministério da Saúde não especifica que tipo de serviço os prestadores infectados faziam para a competição e não revela a identidade dos contaminados.

As seleções da Venezuela, do Peru, da Colômbia e da Bolívia já confirmaram cortes em suas delegações por conta da doença. A Copa América seria originalmente disputada na Argentina e na Colômbia, que acabaram por recusar a competição por conta da crise sanitária.

Os colombianos também enfrentam uma série de protestos por conta de questões políticas. Sem lugar para sediar o torneio, a Conmebol costurou com a CBF e com o Governo Federal a mudança de sede para o Brasil, o que gerou uma enxurrada de críticas por parte dos atletas. Ainda assim, eles toparam disputar o torneio.

Com informações do UOL/Folha de SP