Venezuela tem a gasolina mais barata do mundo

Achincalhada pelo presidente Jair Bolsonaro e seu clã, a vizinha Venezuela tem o menor preço de gasolina no mundo. O preço do litro do combustível, de octanagem melhor que a brasileira, é de US$ 0,020 (cerca de 11 centavos de real por litro), ou seja, um motorista pode encher o tanque de 50 litros em Caracas por apenas R$ 5,44.

Por outro lado, o preço de apenas um litro de gasolina no Brasil custa até R$ 5,20 na bomba dos postos de combustíveis. Um roubo institucionalizado por Bolsonaro, que prefere autorizar compra de armas de foto a enfrentar os aumentos praticados pela Petrobras com base na variação cambial e na cotação internacional do petróleo.

Funciona assim: os brasileiros ganham em reais, mas são obrigados a comprar em dólar; um crime contra a economia popular, portanto.

Não é somente em relação à gasolina que o país de Nicolás Maduro é mais avançado em relação ao que pensa Bolsonaro.

Além de combater a covid-19, obedecendo as orientações sanitárias, o governo venezuelano também deu início nesta quinta-feira (18) à imunização no país com a vacina Sputnik V.

No Brasil, muito mais rico, falta vacina porque não houve planejamento e o governo adotou o negacionismo em boa parte da pandemia. Várias capitais do país encerraram a imunização porque não têm mais doses no estoque.

Igualmente é digno registrar que, enquanto Bolsonaro zombava dos que padeciam com o vírus, a Venezuela destinou caminhões transportando oxigênio hospitalar para Manaus.

Moral da história: Venezuela tem vacina e o menor preço da gasolina do mundo.

Veja o gráfico e compare os preços nos países

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.