Rodrigo Maia teria a função de “carpideira” no PSDB de João Doria

Compartilhe agora

O choroso ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), teria a função de “carpideira” no PSDB do governador de São Paulo, João Doria, nessas vésperas das eleições 2022.

Se o leitor não está familiarizado com o termo, “carpideira” era uma profissional contratada na antiguidade para chorar o morto durante o funeral. Como a figura masculina não comportava esse tipo de emoção, cabia às mulheres a função de ir aos prantos pelo ‘de cujus’ alheio.

Como se sabe, em diversos momentos no exercício e na despedida da Câmara do Deputados, Rodrigo Maia chorou copiosamente. No entanto, quando o parlamentar votou com o presidente Jair Bolsonaro, para retirar direitos dos trabalhadores, não verteu sequer uma única lágrima.

Aliás, Bolsonaro, Maia e Doria defendem as mesmas sacanagens contra os brasileiros no plano da economia. São operadores do mercado financeiro. Eles são farinha do mesmo saco.

Não estranhe que os três se juntem em 2022 numa frente contra uma candidatura progressista e de esquerda na disputa pela Presidência da República.

“Capitão Cloroquina”, “Calcinha Apertadinha” e a “Carpideira” poderão, sim, estar no mesmo palanque no ano que vem. Anote aí e depois venha cobrar aqui no Blog do Esmael.