Oposição protocola 62º pedido de impeachment de Bolsonaro

Compartilhe agora

Um ato da oposição no Salão Negro da Câmara, nesta quarta-feira (27), às 15 horas, marcará a apresentação do 62º pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. O evento também cobrará o fim do recesso e retomada das sessões do Congresso Nacional durante a pandemia.

Os parlamentares oposicionistas alegam que a situação alarmante em que o Brasil se encontra – com o agravamento da crise sanitária provocada pela explosão de casos e novas variantes do coronavírus, a ingerência e descaso do governo no enfrentamento da pandemia e o fim do auxílio emergencial – precisa de uma resposta de Congresso Nacional.

Além disso, diz a oposição, é evidente a culpa de Bolsonaro e Pazuello na grave tragédia ocorrida em Manaus (AM), que culminou com a morte por asfixia de milhares de brasileiros, assim como em parte significativa das quase 220 mil vítimas fatais de Covid-19 no país.

Diante desse cenário caótico, comunicam, deputados dos partidos que compõe a Minoria na Câmara (PT, PSB, PDT, PSOL, PCdoB e REDE) apresentarão um novo pedido de impeachment, nesta quarta (27), a fim de responsabilizar Bolsonaro pelos crimes cometidos contra a humanidade.

O ato político será às 15h, no Salão Negro, quando as lideranças da oposição irão protocolizar o 62º pedido de impedimento e também pressionar a presidência da Casa pelo fim do recesso parlamentar, com a retoma imediata da atividade legislativa.