PT pode ter 1ª vice-presidência da Câmara na chapa articulada por Rodrigo Maia

O PT pode apoiar o candidato de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara dos Deputados se ficar com a primeira vice-presidência e a primeira secretaria da Casa, de acordo com o jornalista Lauro Jardim, do O Globo.

“Os petistas alegam que, com 54 deputados, são a maior bancada da Câmara e, ao abrir mão de lançar um candidato, merecem os espaços por uma questão de proporcionalidade”, destaca o jornalista.

A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), por sua vez, disse que o PT marchará unido assim que decidir que rumo tomará na eleição da Câmara. Ela frisou, também, que o partido estará junto com as demais agremiações de esquerda.

“Não tentem plantar divisões no PT sobre a eleição da mesa da Câmara dos Deputados. Opiniões diferentes são parte do processo. Caminharemos junto com a oposição. Não fazemos barganha; defendemos compromissos contra os retrocessos e fortalecimento da democracia”, escreveu no Twitter.

O “grupo de Maia” articula apoiar Baleia Rossi (MDB-SP) enquanto o Centrão lançou o deputado Arthur Lira (Progressistas-AL), com apoio explícito do presidente Jair Bolsonaro.

O time de Rodrigo Maia, até agora, soma seis partidos –DEM, PSL, MDB, PSDB, Cidadania e PV– e reúne 147 deputados. A oposição é o fiel da balança na disputa que ocorrerá no dia 1º de fevereiro.

As bancadas do PT, PCdoB, PDT, PSOL e PSB têm 132 deputados, que, somados aos 147, totalizariam 279 parlamentares, qual seja, 50% mais 22 do plenário.

LEIA TAMBÉM
Em nota, PT reafirma que vacina contra a Covid-19 é um direito do povo brasileiro e deve ser garantida pelo SUS

O Senado é uma Casa ‘liberal’ nos costumes e ‘canalha’ nos temas econômicos

PCdoB e PSB estudam fusão para criar os “Socialistas” em 2021

Segundo Lauro jardim, Maia concordou com o pleito do PT.