Bolsonaro é reeleito como Pior do Ano 2020

O Blog do Esmael escolheu neste domingo (13) o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como o Pior do Ano de 2020. Ele ganhou o prêmio pelo segundo ano consecutivo.

Assim como 2019, a retrospectiva 2020 é desfavorável ao presidente, politicamente, e um desastre para a sociedade brasileira.

Veja os principais ataques de Bolsonaro, que lhe renderam o Prêmio de Pior do Ano de 2020:

  • Desastre no enfrentamento da pandemia;
  • Lidera movimento contra a vacinação;
  • Defende drogas não comprovadas contra Covid-19;
  • Descaso com vítimas da Covid-19;
  • Descumprimento de normas sanitárias (aglomerações e não uso de máscara);
  • Favorecimento de bancos em detrimento da população;
  • Maior taxa de desemprego do mundo;
  • Volta da fome;
  • Retorno da hiperinflação;
  • Alimentos mais caros
  • Gasolina e gás de cozinha mais caros da história
  • Uso da Abin para assuntos familiares;
  • Blindagem do Caso Queiroz;
  • Ataque à liberdade de expressão;
  • Invasão de terras indígenas;
  • Assassinatos no campo;
  • Queimadas na Amazônia;
  • Corrupção no governo;
  • Violência policial;
  • Milícias;
  • Homofobia;
  • Racismo;
  • Misoginia;
  • Xenofobia;
  • Disseminação fake news e desinformações;
  • Submissão aos EUA e Donald Trump;
  • Vendilhão da Pátria (privatizações, etc.);
  • Inimigo da Educação;
  • Fim da aposentadoria (reforma da previdência);
  • Discurso do ódio e da violência;
  • Precarização da mão de obra (informalidade);
  • Redução de salários;
  • Liberação do veneno na comida;
  • Corte de bolsas e de pesquisas nas universidades;
  • Ameaças de AI-5 (autoritarismo); e
  • Caso Marielle Franco.

Além desses itens acima, outros direitos e garantias seguem ameaçados pelo governo Bolsonaro, que serão acrescentados nesta lista nos próximos dias. Afinal de contas, o Bozo ainda pode fazer muita “caca” nesta reta final de ano.

O Blog do Esmael ainda tem dúvidas sobre quem deverá receber o Prêmio Pior do Ano de 2020: se Bolsonaro ou Paulo Guedes, o ministro dos Bancos e dos Ricos.

Governo Bolsonaro e a improbidade administrativa na Caixa

Flávio Dino afirma que Governo Federal é o responsável pela vacinação no País

Em editorial, Folha “chuta a boca” de Bolsonaro, mas continua apoiando o governo