Palmeiras registra 17 casos positivos de COVID-19

Compartilhe agora

Ao todo, o clube contará com 19 desfalques para o duelo contra o Ceará pelo jogo de volta da Copa do Brasil.

O Palmeiras informou nesta terça-feira (17) que chegou a 17 casos de COVID-19, sendo 15 jogadores.

Há uma suspeita de que a ‘segunda onda’ da doença já esteja rondando os times de futebol.

Confira quais são os atletas:

  •  Luan
  • Gabriel Menino
  • Danilo
  • Gabriel Silva
  • Rony
  • Viña
  • Gabriel Veron
  • Alan Empereur
  • Jailson
  • Vinicius
  • Gustavo Scarpa
  • Marino (sub-20)
  • Kuscevic
  • Quiñonez (sub-20)
  • Pedro Acácio (sub-20)

O Verdão vive um surto do vírus desde a terça-feira passada (10), quando anunciou que Luan havia sido diagnosticado com a doença. Desde então, a cada nova bateria de testes, novos infectados aparecem.

Em casos de jogadores infectados com a COVID-19, o protocolo que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) determinou é o seguinte: um atleta poderá jogar mesmo se testar positivo para o coronavírus, desde que a contaminação tenha ocorrido pelo menos 10 dias antes e o atleta esteja assintomático. Essa medida é baseada em uma norma do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, que diz que após um exame PCR positivo o isolamento de 10 dias é suficiente para que o paciente não transmita mais a doença.

Além dos jogadores infectados, tem os lesionados: Felipe Melo, Wesley e Luan Silva.

O reforço Breno Lopes, que já atuou na Copa do Brasil pelo Juventude, também está fora da partida.

Sendo assim, o Palmeiras vai com 19 desfalques para Fortaleza, onde enfrenta o Ceará, na quarta-feira (18), pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

Novos testes devem ocorrer, na quinta-feira, depois do confronto decisivo contra o Ceará.

Santos vence por 2 a 0 líder Internacional mesmo desfalcado pela Covid-19

Coritiba sofre baixas com 17 casos positivos de Covid-19 em oito dias