Moradores de rua podem ser “resistentes” à Covid-19 por não tomarem banho, diz Russomanno

O candidato à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno (Republicanos), disse nesta terça-feira (13) que moradores de rua e usuários de droga da Cracolândia podem ser “mais resistentes do que a gente” à Covid-19 por conviverem “o tempo todo nas ruas, não têm como tomar banho”.

“Todo mundo esperava que a Covid tomasse conta de todo mundo, até porque, eles não têm o afastamento que foi pré-estabelecido pela OMS…e, eles estão aí, nós temos casos pontuais, e não temos uma quantidade imensa de moradores de rua com problema de Covid. Talvez eles sejam mais resistentes do que a gente, porque eles convivem o tempo todo nas ruas, não tem como tomar banho todos os dias, etc e tal.”, afirmou o candidato do Republicanos na Associação Comercial de São Paulo, onde conversou com empresários.

Russomanno ainda disse que “tem que se aprender muito sobre a Covid-19”. Para ele, o contágio nas periferias, na Cracolândia, e, entre os moradores de rua, não foi do jeito esperado.

LEIA TAMBÉM

PT eleva a temperatura e pede para o STF anular condenação de Lula

Câmara de Curitiba aprova homenagem póstuma a Rachel Genofre

Terceira Turma do STF x Marco Aurélio Mello

Não há, porém, nenhuma evidência científica que a falta de banho seja fator de proteção contra a doença.

Com informações do G1

Compartilhe agora