Vem aí a nota de R$ 200

O Banco Central do Brasil informou que lançará às 13h30 da próxima quarta-feira (2) a nova nota de R$ 200,00 com a imagem do lobo-guará. A instituição informou que a foto da nova cédula será conhecida somente na cerimônia, que será transmitida ao vivo pelas redes sociais.

Essa será a 7ª cédula da família de notas do Real. O Banco Central encomendou à Casa da Moeda a produção, até dezembro, de 450 milhões de cédulas do novo valor.

Essa será a primeira cédula de um novo valor da família do real em 18 anos. A última cédula, a de R$ 20, tinha sido lançada em 2002.

Um ano antes, em 2001, surgiu a nota de R$ 2. No meio tempo, houve a aposentadoria da nota de R$ 1, em 2005.

Em comum, os lançamentos de cédulas têm um mesmo objetivo: diminuir as transações feitas com dinheiro vivo, economizando com impressão de papel moeda.

Outro motivo apontado é a necessidade de fazer frente ao pagamento do auxílio emergencial – estimado em mais de R$ 160 bilhões considerando as cinco parcelas aprovadas.

Boa parte dos beneficiários, sobretudo os de menor renda, preferiu sacar o benefício em espécie. Apenas segundo números da Caixa Econômica Federal, mais de 20 milhões de saques foram feitos até essa quarta-feira.

Lobo-guará

O animal escolhido para a nova nota, o lobo-guará, foi o terceiro colocado em uma pesquisa feita pelo Banco Central em 2000. A instituição perguntou à população quais espécimes da fauna gostariam de ver representados no dinheiro brasileiro.

O primeiro lugar foi a tartaruga marinha, usada na cédula de R$ 2. O segundo, o mico leão dourado, incorporado na cédula de R$ 20.

Partidos foram ao STF contra a nota de R$ 200

Os partidos Rede, PSB e Podemos entraram na quinta-feira (20) com pedido ao STF (Supremo Tribunal Federal) para suspensão da entrada em circulação das novas notas de R$ 200 e a declaração de inconstitucionalidade da criação.

Estranhamente, as agremiações argumentaram que “[a nova cédula facilita] o armazenamento e o transporte de recursos obtidos ilegalmente e dificultando a rastreabilidade das respectivas transações”.

A ADPF (Ação por Descumprimento de Preceito Fundamental) dos partidos foi apresentada depois de 10 organizações anticorrupção, como Instituto Não Aceito Corrupção, Transparência Partidária, Transparência Brasil e Instituto Ethos, manifestarem-se contra a criação da nova cédula.

Muito estranha essa ação. Estranhíssima.

LEIA TAMBÉM

  • Cédula de R$ 200, para Bolsonaro ‘capitalizar’ auxílio emergencial, será cinza, informa BC
  • Banco Central vai lançar nota de R$ 200 estampada pelo lobo-guará
  • Auxílio emergencial de R$ 200, não, Paulo Guedes!
  • Joice Hasselmann, repaginada, vai disputar SP enquanto PSL discute volta de Bolsonaro

    A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), como uma Fênix, ressurgiu repaginada e candidata à Prefeitura pelo PSL de São Paulo. O movimento político da parlamentar ocorre enquanto o partido discute a volta para as suas fileiras do presidente Jair Bolsonaro.

    Portanto, numa verdadeira reviravolta nas eleições de 2020, o PSL pode ter Joice Hasselmann com apoio de Bolsonaro em São Paulo –o maior colégio eleitoral do País.

    Para o leitor ter uma magnitude do projeto eleitoral do PSL, quem ganha São Paulo pode ser dar o luxo de não eleger nenhum outro prefeito nos 5.570 municípios brasileiros.

    O PSL de São Paulo realiza nesta segunda-feira (31) sua convenção partidária para homologar a candidatura da deputada e ex-líder de Bolsonaro no Congresso Nacional.

    De acordo com informações do deputado Júnior Bozzella, presidente estadual do PSL em SP, a candidatura de Joice poderá receber o apoio do PMB, PTC e DC.