Funcionário da XP investimentos é o 2º brasileiro com coronavírus

Compartilhe agora

Parece piada pronta, mas não é. Um funcionário da XP investimentos, braço do banco Itaú, é o segundo brasileiro detectado com o coronavírus.

Subitamente, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ministro Paulo Guedes e a velha mídia vêm atribuindo à epidemia a recessão econômica no País.

O fraco desempenho nas exportações, mesmo que não ano passado, o desemprego nas alturas, a ineficácia das reformas trabalhista e previdenciária, subida do dólar, queda na bolsa, enfim, tudo que o “Posto Ipiranga” não conseguiu entregar “por culpa do cornavírus” –que oficialmente chegou ao Brasil depois do Carnaval.

LEIA TAMBÉM
Coronavírus pode ter feito a primeira vítima fatal no Brasil

Saúde confirma 2° caso do Coronavírus em São Paulo

Coronavírus ameaça manifestação pró-Bolsonaro dia 15 de março

O povo não é bobo, porém. Nas redes sociais, os internautas ironizam o governo e a mídia dizendo que já passamos por epidemias H1N1, SARs, dengue, HIV, gripe aviária, volta do sarampo, etc., mas nunca o dólar chegou a R$ 4,50.

Nos dois dias subsequentes ao Carnaval, pequenos investidores perderam cerca de R$ 500 bilhões na bolsa. Injustamente, essa quebradeira também foi colocada na conta do coronavírus.

Quando ao funcionário da XP contaminado pelo coronavírus, a empresa de especulação financeira afirma que não medirá esforços para garantir o melhor e mais seguro ambiente de trabalho para cada um dos colaboradores.