Coronavírus ameaça manifestação pró-Bolsonaro dia 15 de março

Compartilhe agora

Bolsominions estudam cancelar manifestação do dia 15 de março; eles temem o coronavírus.
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a seu jeito, tenta agora tenta desmobilizar o “gado” da manifestação prevista para o dia 15 de março. Para isso, assusta a manada com o perigo do coronavírus –mesmo utilizado para justificar a quebradeira na economia.

Inicialmente incentivado por Bolsonaro, que compartilhou vídeo de convocação, o movimento “Foda-se” foi inspirado no general Augusto Heleno e é contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Só que havia uma Globo no caminho. Também havia uma Folha de S. Paulo no caminho.

LEIA TAMBÉM
Janaina Paschoal sugere que Bolsonaro use o coronavírus para cancelar manifestação no dia 15

A Folha também aderiu à trégua com Bolsonaro

Globo anuncia trégua com Bolsonaro em nome da “reforma administrativa”

Os dois veículos de comunicação colocaram panos quentes na crise Bolsonaro x Congresso X STF em nome da aprovação da reforma administrativa. Trata-se da “unidade e luta” entre a velha mídia e o “Capetão”.

Uma vez repactuado o modus vivendi dos barões da mídia e o sofrível governo, o trabalho agora é desmobilizar o gado bolsonarista. Parece que não será muito difícil para os robôs, que, como de praxe, dissemina fake news dizendo que “infiltrados convocaram o movimento no dia 15” com a finalidade de “contagiar apoiadores de Bolsonaro com o coronavírus”.

Note, caríssimo leitor, o argumento para desmobilizar a manifestação contra o STF e o Congresso originalmente foi fornecido pela deputada bolsonarista Janaina Paschoal (PSL-SP).