Glenn Greenwald ironiza Joice Hasselmann: ‘vai voltar a fazer vídeos no Youtube’

Publicado em 18 outubro, 2019
Compartilhe agora!

O jornalista norte-americano Glenn Greenwald, fundador do site Intercept, ironizou a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) que foi “demitida” ontem (17) da liderança do governo no Congresso Nacional.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) substituiu a parlamentar pelo senador Eduardo Gomes (MDB-TO). Ela soube da “demissão” pela imprensa e não recebeu nenhuma ligação do capitão.

“Volta a ser uma deputada comum, terá de se mudar para o anexo IV e voltar a fazer vídeos no Youtube”, escreveu Glenn, citando como fonte “o site amado pelo Moro”, qual seja, O Antagonista.

Para o responsável da #VazaJato, a Joice “está inconsolável com a perda da Liderança” porque “perdeu o status político, o gabinete central com 30 assessores e regalias de uma ‘líder’.

LEIA TAMBÉM
Maduro comemora conquista de vaga no Conselho de Direitos Humanos da ONU

MPF pede “Lula Livre” em ação sobre ‘quadrilhão do PT’

Lava Jato blindou Temer e ajudou a consumar o golpe de 2016, apontam conversas vazadas

Glenn Greenwald também deu um pitaco sobre a crise no PSL e a demissão de Joice: “Enquanto isso, Bolsonaro está mais dependente do que nunca do PMDB para ter influência no Congresso.”

Por sua vez, em entrevista para O Globo, Joice Hasselmann disse que a traição é ‘modus operandi’ do governo Bolsonaro.

Compartilhe agora!