STF derruba censura a beijo gay em livro da Bienal; leia a íntegra da decisão

Compartilhe agora!

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRTB), foi derrotado nesta domingo (8) com a decisão do ministro Dias Toffoli, presidente do STF, que derrubou a censura ao livro com beijo gay na Bienal do Livro.

Na quinta (5), Crivella havia determinado o recolhimento de um desenho de um beijo gay. A Bienal tinha sido notificado para que declarasse a obra como imprópria.

Na guerra de liminares que se sucedeu à censura, o TJRJ concedeu uma liminar ao evento na sexta (6) e, no sábado (7), a decisão foi suspensa.

LEIA TAMBÉM
Defesa pede soltura de Lula, após Intercept revelar trama da Lava Jato

Beto Richa torce por novos vazamentos do Intercept

Attuch: Gilmar foi enganado pela Lava Jato e deve um pedido de desculpas a Lula e a Dilma

Hoje (8), no entanto, Dias Toffoli acolheu pedido da procuradora-geral Raquel Dodge levantando a censura.

Parabéns ao Supremo Tribunal Federal pela corajosa decisão de liberar o livro com a temática LGTB.

Moral da história: O STF tem coragem para, corretamente, restabelecer a liberdade no caso do beijo gay; mas o Supremo se acovarda quando é chamado para libertar Lula e dar um basta aos crimes da Lava Jato.

Clique aqui para ler a íntegra da decisão do STF.

Compartilhe agora!